Fernanda Scholze – BandNews FM
Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

35 cidades paranaenses admitem risco de faltar o ‘kit intubação’ nos próximos dias, de acordo com a pesquisa semanal da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Em percentuais, isso representa 14,9% dos municípios do Estado. 30,7% das cidades já registraram a falta destes medicamentos em algum momento da pandemia.

A questão do oxigênio é menos grave no Paraná, segundo a pesquisa, já que 11 cidades (4,6%) admitiram a possibilidade de faltar o insumo nos próximos dias.

O levantamento mostra, ainda, que 30,3% dos municípios do Estado pesquisados, ou seja 73, pararam a vacinação na semana que passou por falta de imunizantes para a primeira dose. 69,3% das cidades, ou seja, 167 delas, já implementaram serviços de reabilitação para acompanhamento de pacientes pós-covid, por causa das se sequelas.

Nos municípios que já tem esse serviço médico, a maioria, 35,8% oferece o atendimento nas unidades básicas de saúde, 17,2% em centros especializados, 7% em hospitais municipais, 6,5% em serviços privados contratados e 4,2% em hospitais estaduais.

A Confederação Nacional de Municípios ouviu 241 cidades do Paraná entre os dias 19 e 22 de abril.

Escreva um comentário