Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/Gov SP

Anvisa recebe pedido de uso emergencial da Coronavac no Brasil

Na manhã desta sexta-feira (8), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu o pedido de uso emergencial da Coronavac, feito pelo Instituto Butantan. O imunizante contra a Covid-19 é desenvolvido em parceira com a farmacêutica Sinovac.

Ontem, o Governo de São Paulo divulgou os resultados da Coronavac no Brasil, após análise dos estudos finais. O imunizante apresentou 78% de eficácia em casos leves do coronavírus e 100% em casos graves, aqueles que precisam de hospitalização.

Esse é o primeiro pedido de autorização para que uma vacina possa ser aplicada no Brasil. Agora, a Anvisa tem até 10 dias para responder o pedido de uso emergencial da Coronavac feito pelo Butantan. A informação é da CNN Brasil.

No dia 6 de janeiro, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o Brasil está preparado para iniciar a vacinação contra a Covid-19 ainda em janeiro. “O Brasil já tem disponíveis cerca de 60 milhões de seringas e agulhas nos estados e municípios. Ou seja, um número suficiente para iniciar a vacinação da população ainda neste mês de janeiro”, explicou.

Pazuello também disse em coletiva, nesta quinta-feira (7), que a produção de vacinas contra o coronavírus do Instituto Butantan vai ser incorporada ao Plano Nacional de Imunização.

Escreva um comentário