Cidades

Após ameaças, UFPR reforça segurança e não suspende aulas

Na onda de ameaças de massacres em escolas e universidades, chegou a vez da UFPR reforçar a segurança por conta de mensagens suspeitas que circularam por grupos de Whatsapp. Apesar disso, as aulas seguem o calendário normal, sem suspensão. Leia a nota oficial da instituição:

“A Universidade Federal do Paraná, assim como algumas outras universidades brasileiras, recebeu mensagem contendo ameaças de atentado na instituição. Diante disso, a Universidade acionou, preventivamente, o setor de segurança da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), polícias Federal e Militar, bem como o Núcleo de Combate Aos Ciber Crimes, da Polícia Civil e, ainda, alertou os vigilantes com pedido de reforço na segurança interna. A UFPR também destacou uma equipe interna para ajudar na investigação e tenta apurar se esta ameaça veio de algum membro interno ou externo à instituição.

A universidade está fazendo todos os encaminhamentos e providências necessárias a fim de proporcionar a manutenção de todas as atividades e preservar a integridade física da comunidade universitária. A Reitoria reitera o compromisso com os princípios democráticos, repudia quaisquer formas de violência e discriminação.”

(Foto:Samira Chami Neves/UFPR)

Escreva um comentário