Cidades

Artesãos do Largo da Ordem pedem reabertura da tradicional feira


Um grupo de feirantes do Largo da Ordem realizou neste domingo (26) uma manifestação pacífica pedindo a reabertura da tradicional feira de Curitiba, interrompida há mais de 120 dias como precaução da covid-19.

O protesto aconteceu no fim da manhã no Centro histórico da Capital. Participaram da manifestação artesãos, artistas e comerciantes, que usavam máscaras e evitaram aglomerações.

O principal ponto cobrado pelos feirantes é que o decreto 940/2020, publicado pela Prefeitura de Curitiba no último dia 21, autoriza o funcionamento de feiras livres apenas de segunda a sexta-feira, sem restrição de horário, e com proibição aos finais de semana. Já as feiras de artesanato, que foram suspensas no fim de março para evitar a propagação do novo coronavírus, permanecem sem previsão de retomada.

Curitiba tem, ao todo, 19 feiras de artesanato que vendem produtos confeccionados por artesãos e artistas da cidade.

Em nota, a Prefeitura informou que a suspensão do funcionamento da Feira do Largo da Ordem segue as normas sanitárias definidas em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus. Pelo Decreto Municipal nº 940, as atividades não essenciais ficam proibidas de funcionar nos fins de semana.

FEIRA VIRTUAL

Como maneira de apoiar os comerciantes da feira do Largo da Ordem durante a pandemia do coronavírus, a Prefeitura de Curitiba, em conjunto com o Instituto Municipal de Turismo, lançou em abril um site com uma vitrine virtual gratuita para os 1.750 artesãos divulgarem seu trabalho.

Sobre a retomada presencial da Feira do Largo da Ordem, a Prefeitura informou ainda uma pesquisa interna encaminhada a todos os artesãos da feirinha, pelo Instituto Municipal de Turismo, indica que apenas 28% dos artesãos que responderam à sondagem consideraram seguro retornar com a Feira presencial neste momento.

Outra ação de suporte do município neste período de pandemia é o Liceu de Ofícios Criativos, plataforma criada para promover a formação de empreendedores adequada ao mundo digital com apoio e cursos via EAD. Desde abril, são oferecidas capacitações em gestão, criatividade, marketing, finanças e inovação, com o intuito de alavancar as vendas on-line dos artesãos curitibanos. Até o momento, 1.300 pessoas já foram capacitadas.

CAPITAL CONTA COM MAIS DE 16 MIL CASOS CONFIRMADOS

Curitiba tem confirmados mais 364 novos casos da covid-19. Até agora 16.788 moradores da cidade testaram positivo para o novo coronavírus. No último sábado (25), foram registrados mais 16 óbitos de moradores de Curitiba por covid-19. Com isso, subiu para 460 o número de mortes pela doença desde o início da pandemia.

A taxa de ocupação dos 345 leitos de UTI do SUS exclusivos para covid-19 neste sábado estava em 94%.

Rafael Nascimento – Paraná Portal

Escreva um comentário