Author

Redação

Browsing



Pelo menos 81 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados nas rodovias federais do Paraná entre a noite de sábado (25) e a madrugada de domingo (6). Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), ações simultâneas foram realizadas em todas as regiões do estado. Mais de 700 testes de bafômetro foram realizados pelos agentes.

De acordo com a PRF, a embriaguez ao volante é a sexta principal causa dos acidentes com mortes no Paraná.

Conforme o nível de álcool no sangue, a infração pode configurar crime de trânsito. A multa para embriaguez ao volante é de R$ 2.983,70. Além disso, o motorista pode ter a carteira de habilitação suspensa por um ano.

Conforme a PRF, a ação deste final de semana envolveu 29 policiais apenas na região de Curitiba. Foram 22 agentes federais e 7 da Polícia Civil.

Em três horas de fiscalização, 17 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados na BR-277, em frente ao Parque Barigui.

Os números são preliminares e ainda podem ser atualizados pela PRF.

Redação Paraná Portal



O Coritiba venceu o Paraná por 1 a 0 e subiu para a vice-liderança do Campeonato Paranaense 2020. O meia Thiago Lopes, que saiu do banco de reservas ainda no primeiro tempo, marcou um golaço em cobrança de falta.

O duelo deste domingo (26) foi válido pela terceira rodada do Estadual e realizado na Vila Capanema. O estádio paranista recebeu 3.848 pagantes.

CLASSIFICAÇÃO DO PARANAENSE

Com o resultado, o Coxa chegou aos sete pontos, ultrapassou o Londrina, com seis, e aparece na segunda posição da tabela.

Já o Paraná segue com quatro pontos e aparece na sexta posição.

Na próxima rodada, o Coritiba vai receber o Operário. O jogo está marcado para a próxima quarta-feira (29), às 20h.

Já o Paraná se prepara para enfrentar o FC Cascavel na quinta-feira (30), às 19h30, na Vila.

COXA CHEGA AO GOL NA BOLA PARADA

Matheus Galdezani saiu machucado ainda no primeiro tempo. (Geraldo Bubniak/AGB)

A etapa inicial foi marcada pelas disputas físicas. Não à toa, os dois técnicos tiveram de mudar por causa de lesão.

Jhony cedeu vaga para Kaio pelo Paraná, enquanto Thiago Lopes entrou no lugar de Matheus Galdezani no Coxa.

Em chances perigosas, cada time teve uma chance. Aos 10 minutos, Raphael Alemão ficou na cara do gol e bateu por cima. Já a resposta alviverde foi aos 24, quando William Matheus cruzou e Robson cabeceou pela linha de fundo.

Na etapa final, o Coxa abriu o placar aos nove minutos, em um golaço de falta. Thiago Lopes soltou uma pancada, do lado do goleiro Alisson, e a bola carimbou a trave antes de morrer no fundo das redes.

A partir daí, a missão alviverde ficou mais fácil. Mesmo cadenciando o jogo, o lateral Bruno recebeu o cartão vermelho após falta em Welissol.

Bruno foi expulso e complicou a vida do Paraná. (Geraldo Bubniak/AGB)

 

Vinicius Cordeiro – Paraná Portal



Durante as férias de verão, uma opção de passeio pode ser a pista de patinação no gelo, no shopping Jockey Plaza, em Curitiba. Vikings no Gelo tem uma área total de 520 m².

A atração também tem aulas com profissionais, aos sábados e domingos. Os shows de patinação acontecem nas quintas e sábados, às 19h. A criançada também pode se divertir em outras atividades, como trampolim inflável, tobogã, pula-pula e escalada radical.

A patinação no gelo é indicada para pessoas com mais de 5 anos. Já as brincadeiras são para crianças de 2 a 5 anos. A atração, Vikings no Gelo, fica no shopping até o dia 15 de março. O endereço é Rua Konrad Adenauer, 370, no bairro Tarumã.

Funcionamento do evento:

De segunda a sexta, das 11h às 23h

Sábados, das 10h às 23h

Domingos e feriados, das 11h às 22h

Bilheteria Pista de Patinação no Gelo:

30 minutos – R$40

1 hora – R$60

Trenó 5 minutos – R$20

Tempo adicional – R$28, com duração de 30 minutos, válido antes da retirada do kit de segurança.

Combos:

Combo Família – três ingressos de patinação para o período de 30 minutos – R$ 105

Pista + parque de obstáculos – R$55 (30 min em cada atração)

Parque de obstáculos – R$25

Aulas de Patinação no Gelo:

Sábados das 9h às 10h

Domingo das 10h às 11h

R$ 60/h, com professores da escola Footwork, mediante inscrição prévia pelo marketing@jockeyplaza.com.br ou whatsapp 41 3216-1642.

BandNews FM Curitiba



Os vereadores de Curitiba apresentaram 243 projetos de lei durante o ano de 2019. 132 foram aprovados. Deste total, 97 foram iniciativas propostas pelos vereadores e 35 pelo prefeito.

Os parlamentares colocaram para discussão 117 projetos de caráter geral, 18 indicações de cidadãos honorários, 4 indicações de vultos eméritos (um tipo de homenagem também), 34 denominações de ruas, 41 utilidades públicas e 29 projetos como indicações de honrarias, abertura de créditos e resoluções entre outros.

Os trabalhos na Câmara Municipal de Curitiba (CMC) retornam na primeira segunda-feira do mês de fevereiro, no próximo dia 3.

Ao longo de todo o ano passado, os vereadores se reuniram em 119 sessões ordinárias e 1 extraordinária. No total, dois dos projetos aprovados em 2019, foram sugestões dos vereadores mirins que participaram do Parlamento Jovem, programa desenvolvido pela Câmara Municipal de Curitiba em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.

As propostas englobam ações na Semana de Conscientização e Combate ao Bullying e na Semana do Ambientalismo Consciente.

BandNews FM Curitiba



O número de roubos caiu 43% no litoral do Paraná, comparado com o primeiro mês da operação Verão Maior 2019/2020. De acordo com a Polícia Militar, os casos de lesão corporal tiveram uma diminuição de 19%. Assim como os roubos, os furtos também registraram queda — 9%. Os números são das cidades de Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná.

O Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), Grupo Tigre e Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Civil (GOA) também atuaram em algumas operações.

De acordo com a PM, o número de incidentes graves também teve queda. O Corpo de Bombeiros fizeram 423 salvamentos no mar incidentes e salvaram 599 pessoas. os números são menores se comparados com o mesmo período do ano passado, quando foram 498 salvamentos e 667 pessoas salvas.

Conforme os dados da Operação Verão, o maior destaque no litoral do Paraná é a redução das mortes por afogamento. O índice caiu 80% e alcanço o menor patamar dos últimos 4 anos. Os acidentes com água-viva e caravelas aumentaram de 990 para 3.493.

BandNews FM Curitiba
Foto: Arnaldo Alves/AEN



Por decisão da 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, a Prefeitura não pode mais recolher de pessoas em situação de rua que não estejam em estado de abandono. De acordo com a liminar, a decisão da Justiça municipal se estende à FAS (Fundação de Ação Social) e à Cavo Serviços e Saneamento.

A ação foi proposta pela Defensoria Pública a partir do recebimento de denúncias de que a Administração Municipal estaria retirando bens – entre eles, documentos pessoais, cobertores e até mesmo remédios – de pessoas em situação de rua na capital.

Além de abster-se de retirar os itens dos cidadãos, a decisão liminar da Justiça municipal determina que todos os agentes públicos da municipalidade que atuam em abordagens à população em situação de rua o façam devidamente identificados. O descumprimento das determinações poderá acarretar na fixação de multa de R$ 500 para cada obrigação.

Em nota a FAS informa que nunca retira pertences de pessoas em situação de rua. Essa é uma determinação para todas as equipes que trabalham no serviço de abordagem social, que acontece 24 horas por dia, nos sete dias da semana.

Ainda conforme a nota, o serviço de limpeza pública só faz a coleta de materiais que estejam abandonados nas vias públicas, como restos de alimentos e papelão.

A FAS informa, ainda, que suas equipes que trabalham no resgate social estão sempre identificadas com coletes azuis que trazem o logotipo da instituição.

Até o fim da tarde desta sexta-feira (24) a Prefeitura de Curitiba não havia sido intimada da decisão.

 

Vanessa Fernandes – CBN Curitiba


Um motociclista morreu após atropelar um cavalo na madrugada deste sábado (25), em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná.O animal também morreu.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente aconteceu por volta das 2h. O atropelamento foi registrado no quilômetro 496,5 da BR-376.

O motociclista e o cavalo morreram na hora. O IML (Instituto Médico-Legal) de Ponta Grossa foi acionado para os exames de perícia e para recolher o corpo.

Conforme a PRF, a carcaça do cavalo foi recolhida por um guincho da concessionária responsável pelo trecho da BR-376 nos Campos Gerais do Paraná.

Ainda de acordo com a polícia, a responsabilidade pelo acidente é do dono do cavalo que estava solto nas proximidades da rodovia.

Um inquérito será aberto pela PCPR (Polícia Civil do Paraná) para apurar as responsabilidade. Assim que o dono do animal for identificado, ele passará a responder ao inquérito policial.

 

Redação Paraná Portal

A polícia resgatou nesta sexta-feira (24) 15 animais em situação de maus-tratos. A situação foi confirmada em Agudos do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Conforme a PCPR (Polícia Civil do Paraná), eles estavam em péssimas condições de saúde. Eles foram encaminhados à DPMA (Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente).

Ao todo foram encontrados seis cães adultos, oito filhotes, uma vaca, um bode e ainda um gato, todos em péssimas condições de saúde.

O tutor dos animais foi encaminhado para a delegacia especializada da polícia civil, e foi autuado em flagrante.

O delegado-chefe da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente da Polícia Civil do Paraná, Matheus Laiola, deslocou alguns deles até o Pet Shop Casa do Produtor, que fica no bairro Rebouças, e contou que a ação foi fruto de uma denúncia anônima.

“No local infelizmente a denúncia se confirmou. Eram 15 animais morrendo de fome. Havia cachorros que mal conseguiam se levantar. Distribuímos ração e vimos os cachorros desesperados, esfomeados”, relatou Laiola.

O número de resgates somente neste início de ano chega a 130. De acordo com o delegado, a denúncia é fundamental.

“No ano passado resgatamos mais de mil animais. Neste ano, em menos de um mês, já ultrapassamos a marca de 100. Se a população tiver alguma denúncia de maus-tratos deve entrar em contato por meio do telefone 181. É anônimo, sigilo e ágil”, explicou.

Todos os animais resgatados na operação poderão ser adotados em alguns dias. A ação de adoção será organizada por uma Organização Não Governamental (ONG), que auxiliou a polícia nesta ação. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail: institutoficacomigo@gmail.com.

*Com informações de Grasiani Jacomini

CBN Curitiba



Para os amantes de flores, Curitiba terá a 3ª edição do Festival de Suculentas. O evento contará com mais de 17 mil vasinhos de suculentas, dos mais variados estilos, que estarão disponíveis a partir de R$ 1,70

Desta vez, o evento será realizado em dois sábados: amanhã (25), na unidade Esalflores no bairro Rebouças, e na semana que vem (1º), na unidade Esalflores no bairro Uberaba.

Práticas, versáteis e bonitas, as suculentas são uma ótima opção  para dar um toque especial a decoração além de serem ideais para quem gosta de plantas mas não tem muito espaço ou tempo disponível. Quem visitar o Festival de Suculentas ainda terá a oportunidade de receber dicas de cultivo. Além disso, os interessados em adquirir terrários poderão montá-los na hora com o auxílio de um profissional da floricultura.

“As suculentas estão ganhando cada vez mais espaço na casa dos brasileiros, e depois do sucesso dos primeiros festivais, nós não podíamos deixar de promover mais uma ação especial dedicada a elas. Além das diversas opções que serão comercializadas, daremos todo o apoio ao público que quiser aprender como cuidar adequadamente deste tipo de planta,  e manter suas suculentas e terrários sempre bonitos e saudáveis”, explica Bruno José Esperança, diretor geral da Esalflores.

A terceira edição do Festival de Suculentas de Curitiba será realizada na unidade da Esalflores no bairro Rebouças (Rua 24 de Maio, 1839), no dia 25 de janeiro, das 08h às 19h; e na unidade do bairro Uberaba (Av. Senador Salgado Filho, 5532), no dia 01 de fevereiro, das 08h às 19h

Redação Paraná Portal
Foto: Divulgação



Uma atividade guiada na Reserva Natural Salto Morato – localizada em meio ao maior remanescente de Mata Atlântica do Brasil, reconhecido pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade – levará os visitantes, que estiverem na unidade de conservação neste domingo (26), a uma atração natural inexplorada. A programação da atividade batizada como “Natureza Secreta” traz trilha de nível difícil e mergulho na cachoeira do Bracinho, uma das mais belas da região.

Durante o passeio, que terá número restrito de participantes devido às características da trilha, os visitantes conhecerão os trabalhos de recuperação florestal e de monitoramento da fauna. A Reserva é mantida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e fica localizada em Guaraqueçaba, a 160 km de Curitiba – sendo 60 km em estrada de chão, totalizando uma viagem de cerca de 4 horas de carro.

Segundo a coordenadora de Áreas Protegidas da Fundação Grupo Boticário, Marion Silva, o novo roteiro será oferecido esporadicamente aos visitantes e sempre guiado por um colaborador da Reserva, com previsão de ser repetido em abril deste ano.

“O período de férias é um momento para as pessoas recuperarem as energias e conhecerem coisas novas. Preparamos esta atração dentro da Reserva Natural Salto Morato para aqueles que buscam entrar em contato com a natureza, se exercitar e se divertir. A trilha do Bracinho é um roteiro novo, que será aberto para visitação pela primeira vez”, afirma.

A atividade terá cerca de cinco horas de duração e é recomendada para pessoas sem limitações físicas. É necessário que os participantes da atividade vistam calça, sapato fechado e perneira e levem protetor solar, repelente e cantil para água.

RESERVA NATURAL SALTO MORATO

Com 2.253 hectares, a Reserva Natural Salto Morato possui rica biodiversidade que atrai pesquisadores, observadores de aves e turistas de diversos estados e países. Além da cachoeira do Bracinho, os principais atrativos turísticos são a queda d’água de cerca de 100 metros de altura, que dá nome à Reserva, e uma figueira centenária que forma uma ponte-viva sobre o Rio do Engenho.

Mais informações para visitação estão disponíveis no site da Fundação Grupo Boticário.

Redação Paraná Portal