Autor

Redação

A navegação

Vinicius Cordeiro – Paraná Portal
Foto: Americo Antonio/Sesa

Prefeitura de Maringá foi notificada pela 15ª Regional de Saúde por ter aplicado a primeira dose da vacina da Pfizer, contra a covid-19, para quem tem 17 anos na última sexta-feira (17). A notificação serve como um alerta e foi determinada após o Ministério da Saúde ter recomendado a suspensão da vacinação para os adolescentes entre 12 e 17 anos.

Conforme a última nota técnica da pasta federal, apenas os adolescentes com deficiência permanente, comorbidades ou que estejam privados de liberdade devem receber os imunizantes.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde de Maringá diz que a15ª Regional de Saúde ratificou a recomendação do Ministério da Saúde.

“A Prefeitura já tinha conhecimento da recomendação e optou por dar continuidade à vacinação 17 anos. Hoje estamos aplicando as doses nas grávidas e puérperas. Quando chegar o novo  lote de imunizantes, a Prefeitura vai analisar como deverá proceder”, afirma a administração municipal.

Na semana passada, a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) disse que o Paraná iria aguardar a definição final do Ministério da Saúde.

Redação – Paraná Portal
Foto: Lucília Guimarães/SMCS

Abrem-se nesta quarta-feira (22), às 10h, as inscrições para o processo seletivo simplificado (PSS) da prefeitura de Curitiba para a contratação temporária de professores. As vagas são para a função pública de Profissional do Magistério – docência I. A inscrição pode ser feita feita gratuitamente, apenas pela internet, e ficará aberta até as 16h de 27 de setembro. Os interessados já podem fazer o seu cadastro pelo site, para que possam criar login e senha. As informações foram divulgadas pela Agência de Notícias da prefeitura.

Os professores de docência I são responsáveis pelas atividades em turmas de educação infantil (em escola) e do 1º ao 5º ano (ciclos I e II do Ensino Fundamental).

A Secretaria de Administração e de Gestão de Pessoal (SMAP) de Curitiba orienta os interessados para que leiam atentamente o edital antes de fazer a inscrição.

O edital foi divulgado no diário oficial de sexta-feira (17) e pode ser consultado pelos candidatos no site da Prefeitura de Curitiba.

A expectativa é contratar temporariamente até 696 profissionais, incluindo 35 com deficiência, a partir de outubro. As convocações serão feitas de acordo com a necessidade da Secretaria da Educação, responsável pela gestão das unidades educacionais para as quais os professores serão designados. Os candidatos aprovados e convocados para contratação cumprirão jornada semanal de 20 horas e terão remuneração de R$ 2.044,84.

Além do edital, na página da prefeitura, os candidatos podem buscar mais informações clicando em “como se inscrever” , disponível no canto superior direito do site.

Critérios de seleção de professores no PSS de Curitiba

Não será realizada prova para a classificação dos candidatos, e vai ser avaliado o tempo de experiência e a conclusão de cursos superiores e especializações na área de educação.

A escolaridade mínima exigida é graduação, permitindo as seguintes possibilidades: Normal Superior na modalidade licenciatura ou Pedagogia (licenciatura plena) ou área específica e licenciatura plena, acrescido do Ensino Médio Completo na modalidade Normal (Magistério), ou Ensino Superior Completo – Graduação acrescido de Curso de Formação Pedagógica, conforme legislação educacional vigente pelo MEC, acrescido do Ensino Médio Completo na modalidade Normal (Magistério).

Com base nas informações de carreira e escolaridade, o candidato receberá uma pontuação entre 0 e 100, e os melhores colocados serão classificados.

O candidato deve cadastrar as informações da carreira no ato da inscrição, e caso seja convocado, deverá comprovar todos os dados fornecidos. Caso alguma informação esteja incorreta, o concorrente será desclassificado na etapa de entrega de documentos do PSS, por isso é fundamental que o formulário de inscrição seja preenchido corretamente.

Se o candidato fornecer algum dado incorreto ou se esquecer de preencher algum campo, é possível cancelar a inscrição e fazer outra, contanto que antes do prazo final para inscrições (16 horas de 27/9). Só é permitida uma única inscrição por candidato no PSS.

As datas para a etapa de entrega de documentação e assinatura de contrato ainda não foram definidas e serão informadas no site da Prefeitura. É dever do candidato acompanhar as atualizações e atentar-se aos prazos.

Todos os participantes deverão ter iniciado o esquema vacinal anticovid, na data da contratação. Para isso, será exigida a carteira de vacinação digital.

Restrições

Devido à situação de emergência pela covid-19, não haverá contratação de pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, gestantes e as que se enquadrem nas condições crônicas de saúde de natureza grave estabelecidas no decreto 975/2021 (veja lista abaixo).

Condições crônicas de saúde de natureza grave:
1 – Doença respiratória crônica:

A – Asma em uso de corticóide inalatório ou sistêmico (moderada ou grave)

B – DPOC

C – Bronquiectasia

D – Fibrose cística

E – Doenças intersticiais do pulmão

F – Displasia broncopulmonar

G – Hipertensão arterial pulmonar

2 – Doença cardíaca crônica:

A – Doença cardíaca congênita

B – Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade

C – Doença cardíaca isquêmica

D – Insuficiência cardíaca

3 – Doença renal crônica:

A – Doença renal nos estágios 3, 4 e 5

B – Síndrome nefrótica

C – Paciente em diálise

4 – Doença hepática crônica:

A – Atresia biliar

B – Hepatites crônicas

C – Cirrose

5 – Doença neurológica crônica: condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica.

6 – Pacientes com necessidades clínicas individuais específicas, incluindo AVC, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla e condições similares.

7 – Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular.

8 – Deficiência neurológica grave.

9 – Diabetes: diabetes mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.

10 – Imunossupressão: imunodeficiência congênita ou adquirida e imunossupressão por doenças ou medicamentos.

11 – Obesidade: obesidade grau III.

12 – Transplantados: órgãos sólidos e medula óssea.

CBN Curitiba
Foto:Divulgação/Aifu

A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) fiscalizou oito estabelecimentos em Curitiba, entre às 18h e às 23h30 deste domingo. Os locais ficam nos bairros Abranches, Alto da Glória, Boqueirão, Campina do Siqueira, Cidade Industrial, Hugo Lange, Portão, Rebouças e Uberaba. As informações foram publicadas pela CBN Curitiba.

Segundo o balanço da operação, 1.200 pessoas foram encontradas nos ambientes fiscalizados. Foram aplicadas oito autuações administrativas, que totalizaram R$ 220.000,00 em multas, emitidas pelos órgãos municipais. Quatro estabelecimentos foram fechados pela Aifu.

Na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), duas hamburguerias foram fechadas pela Secretaria Municipal de Urbanismo por permitirem uso de narguilé, assim como a permanência de frequentadores em pé, contrariando as disposições do decreto municipal vigente. Cada uma foi multada em 60 mil reais.

No Uberaba, outro estabelecimento, com aproximadamente 110 pessoas, foi fechado e multado em 50 mil reais também por permitir a permanência de consumidores em pé.

Pelo mesmo motivo, no bairro Boqueirão, uma sociedade recreativa (casa de eventos), com aproximadamente 280 pessoas, foi multada em 50 mil e interditada.

Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/PRF

Um caminhão carregado com soja tombou na BR-476, Rodovia do Xisto, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, na manhã desta segunda-feira (20). Há fiação elétrica sobre a pista e a via está parcialmente interditada.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 10h, no km 150 da rodovia.

O motorista do caminhão não se feriu. A carga de ficou derramada em ambos os sentidos da rodovia.

Ainda de acordo com a PRF, fios elétricos ficaram caídos sobre a pista após o acidente. Equipes da Copel foram acionadas e estão no local.

O trânsito está fluindo lentamente pelas vias marginais e desvio no sentido crescente

Até o fechamento desta reportagem ainda não havia previsão de liberação da pista.

Redação – Paraná Portal
Foto: Daniel Castellano/SMCS

A Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (SMS) aguarda cerca de 126 mil moradores nos postos de saúde da Capital para concluir receber a segunda dose da vacina contra a covid-19 e concluir o ciclo de imunização contra a doença.

Nesta segunda-feira (20), poderão receber a segunda dose da vacina anticovid os moradores vacinados com a primeira dose da Coronavac no dia 24 de agosto, e quem recebeu a primeira dose do imunizante da Pfizer em 22 de junho.

A secretaria de saúde disponibiliza 22 pontos de vacinação à população nessa semana, com atendimento das 8h às 17h.

É importante ressaltar que não haverá mais vacinação no chamado Pavilhão da Cura, estrutura montada no Centro de Eventos Positivo, no Parque Barigui, e que acelerou o processo de vacinação na cidade, recebendo milhares de pessoas nos últimos meses, mas que foi encerrada no último sábado (18). Confira abaixo a lista com os 22 pontos de vacinação. 

Hoje, Curitiba também vacina gestantes e puérperas (que tiveram bebês até 45 dias) com 12 anos ou mais e com apresentação de declaração médica com a primeira dose contra a covid-19.

Como consultar o dia da segunda dose:

Pelo aplicativo:
1 – Abrir o aplicativo Saúde Já no celular;
2 – Clicar em “Carteira de Vacinação”;
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas;
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia.

Pelo site:
1 – Abrir www.saudeja.curitiba.pr.gov.br;
2 – Clicar em “Vacinação”;
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas;
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia.

O que levar:

Para receber a segunda dose da vacina, basta procurar um dos pontos de vacinação da cidade, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF. Nesta segunda-feira (20/9) serão 22 locais para vacinação (veja lista abaixo).

Cronograma da semana para segunda dose:

Segunda dose de Coronavac

20 de setembro – Vacinados com a primeira em 24 de agosto;
– 21 de setembro – Vacinados com a primeira em 25 e 26 de agosto;
– 22 de setembro – Vacinados com a primeira em 27 e 28 de agosto;
– 24 de setembro – Vacinados com a primeira em 30 de agosto.

Segunda dose de AstraZeneca e de Pfizer

20 de setembro – Vacinados com a primeira em 22 de junho;
– 21 de setembro – Vacinados com a primeira em 23, 24 e 25 de junho;
– 22 de setembro – Vacinados com a primeira em 26, 27, 28, 29 e 30 de junho;
– 23 de setembro – Vacinados com a primeira em 1º de julho;
– 24 de setembro – Vacinados com a primeira em 2 de julho.

Locais de vacinação:

Os 22 pontos de vacinação funcionam das 8h às 17h.

1 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho
2 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra
3 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado
4 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado
5 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches
6 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri
7 – US Bairro Alto
Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314 – Bairro Alto
8 – US Santa Efigênia
Rua Voltaire, 139  – Barreirinha
9 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão
10 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão
11 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru
12 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba
13 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700
14 – US Oswaldo Cruz
Rua Pedro Gusso, 3749 – Cidade Industrial
15 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo
16 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo
17 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade
18 – US Orleans
Av. Ver. Toaldo Túlio, 4.577 – Orleans
19 – US Campina do Siqueira
Rua General Mário Tourinho, 1684 – Campina do Siqueira
20 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n
21 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700
22 – US Santa Quitéria
Rua Divina Providência, 1445 – Santa Quitéria

Redação – Paraná Portal
Foto: AEN

Os últimos dias do inverno, estação mais fria do ano e que se encerra na quarta-feira (22), serão de muito calor no Paraná. Nesta segunda-feira (20), as temperaturas podem chegar aos 40º C em algumas cidades paranaenses, de acordo com o Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná).

O calor será mais intenso nas regiões Norte, Noroeste e Oeste do estado nesta segunda. Por volta das 7h, Maringá já registrava 25º C. Por lá, a máxima prevista para hoje é de 37º C, e de 40º na terça-feira (21). Em Londrina, no norte pioneiro paranaense, a temperatura máxima oscila entre 36º C e 39º C hoje e amanhã.

O amanhecer em Umuarama, no noroeste do estado, registrou 25º C às 7h. Segundo o Simepar, a temperatura deve subir ainda mais ao longo do dia na cidade e alcançar os 40º C – mesma máxima prevista para amanhã.

O sol também brilha forte nesta segunda em Foz do Iguaçu e Cascavel, que têm máximas previstas de 37º C e 36º C, respectivamente.

NEBULOSIDADE E TEMPERATURAS AMENAS EM CURITIBA E LITORAL 

A exceção do calorão no estado fica por conta de Curitiba e Região Metropolitana e também do Litoral. Segundo o Simepar, a porção leste do Paraná amanheceu com um pouco mais de nebulosidade e, por conta disso, o dia terá temperaturas mais amenas, com variação entre 25º e 28º. Na Capital, os termômetros não passaram dos 17º C no início da manhã.

“A região litorânea continua com um pouco mais de nebulosidade e as temperaturas ficam mais amenas, com máximas não passando dos 25º C, 26º C. Na Capital temos máximas previstas em torno de 29º C e 30º C, situação também bastante parecida com a região dos Campos Gerais, em Ponta Grossa e Castro”, afirma Samuel Braun, meteorologista do Simepar.

Algumas pancadas de chuva estão previstas para as regiões sudoeste e centro-sul do estado, por conta do aquecimento, mas de forma bem localizada e de curta duração, ainda conforme o Simepar.

Redação – Paraná Portal
Foto: iStock/Mapa

A 1ª Semana do Leite, campanha prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), realizada nesta semana. O órgão consultivo e propositivo é constituído por 30 instituições membros e convidados permanentes.

Movimentar a cadeia nacional e o PIB brasileiro é a prioridade da campanha. Além disso, foram elencados como objetivos: reunir produtores, laticínios e supermercados em um projeto exclusivo para mostrar a importância econômica e a saudabilidade desse alimento e seus derivados. “Uma campanha já foi pensada para ter desdobramentos futuros para todos os públicos e idades”, disse a ministra da agricultura, Tereza Cristina.https://0a08f1a75ca65c142000e7299aa3c6b0.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

A ministra destacou que esse será apenas o primeiro passo para fomentar o setor. “Estamos preparando mais ações para divulgar a importância e a qualidade do leite e seus derivados produzidos aqui no Brasil. A ideia é que essa ação seja de longo prazo e faça parte do calendário anual deste segmento. O leite e seus derivados são essenciais para o crescimento do Brasil e dos brasileiros, alimentam as pessoas e a economia”.

O presidente da Câmara Setorial e da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da Confederação da Agricultura do Brasil (CNA), Ronei Volpi, falou sobre as boas perspectivas do setor. “Nós, que há pouco mais de 20 anos éramos o maior importador mundial de lácteos, hoje temos a segurança do abastecimento e também da segurança alimentar de 215 milhões de brasileiros e estamos partindo para um tempo breve em que seremos também um player no mercado internacional de lácteos”, afirma Volpi.

O secretário adjunto de Política Agrícola do Mapa, José Ângelo Mazzillo Júnior, garantiu que o Mapa não mede esforços para apoiar o setor. “Temos a convicção de que o Brasil tem potencial para ser a maior bacia leiteira do mundo. Então, esse evento vai ajudar a criar esse ambiente pró-leite, que a gente precisa resgatar e que precisa potencializar”.

Para construir a campanha de forma coletiva, foram realizadas reuniões com a participação de representantes do Mapa, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), de cooperativas, indústrias e produtores, da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), da Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) e outros parceiros. “Acredito que nós estamos aqui fazendo história e que essa ação será a primeira de várias que virão. Nós temos toda a capacidade de mostrar que o nosso setor consegue agir de forma coordenada e esse trabalho que está para ser iniciado é um exemplo disso”, disse o consultor da Câmara Setorial, Marcelo Martins.

A campanha visa mostrar que a cadeia produtiva do leite é fundamental para a saúde dos brasileiros, com seus nutrientes; para a economia, com a geração de empregos diretos e indiretos; para o meio ambiente, com boa alimentação e bem-estar animal; e para o país, que se desenvolve com o crescimento de todos os setores envolvidos.

O Brasil é o 4ª maior produtor de leite do mundo, produz mais de 34 bilhões de litros por ano. Dos 5.570 municípios brasileiros, 99% são produtores de leite. São mais de 1 milhão de produtores nacionais, a maioria da agricultura familiar. O setor movimenta mais de R$ 100 bilhões ao ano, gerando mais de 4 milhões de empregos no campo.

*Com informações do Mapa

Redação – Paraná Portal
Foto: Daniel Castellano/SMCS

dose de reforço da vacina contra a covid-19 será aplicada neste sábado (18), em Curitiba, para grupos de maior vulnerabilidade. Nesta etapa, a 3ª dose chega para idosos a partir de 70 que completaram o ciclo de imunização até 23 de março. Veja abaixo os grupos contemplados e os locais de vacinação.

O reforço de imunização também chega para pessoas imunossuprimidas que completaram a imunização até o dia 22 de agosto, ou seja, já completaram 28 dias ou mais da segunda dose. Neste grupo, são incluídas pessoas transplantadas em uso de imunossupressor, que convivem com o vírus HIV e em tratamento de quimioterapia ou outras condições de imunossupressão.

A estimativa da Secretaria Municipal da Saúde é que cerca de 27 mil pessoas se enquadram nesse critério da dose de reforço. Todos que fazem parte desse público estão sendo convocados por mensagem pelo aplicativo Saúde Já, que deverá ser apresentada na hora da vacinação.

DOSE DE REFORÇO: CONVOCAÇÃO PELO APP SAÚDE JÁ

A convocação para a dose de reforço da vacina contra a covid-19 é feita pela aplicativo Saúde Já. A Prefeitura de Curitiba orienta que só compareça à vacinação aqueles que receberem a convocatória.

Quem faz parte dos grupos contemplados deve acessar o aplicativo Saúde Já e, na página principal, deverá aparecer uma mensagem “pop-up” com o comunicado de que aquele usuário está sendo convocado.

Quem for convocado e não conseguir comparecer deverá aguardar nova data de convocação para dose reforço que dependerá de chegada de vacinas. Aqueles que não receberam a mensagem de convocação pelo Saúde Já não são elegíveis para receber a dose de reforço neste momento.https://www.instagram.com/p/CT8NEUiNJbM/embed/?cr=1&v=13&wp=675&rd=https%3A%2F%2Fparanaportal.uol.com.br&rp=%2Fcoronavirus%2Fdose-de-reforco-curitiba-sabado-terceira-dose%2F#%7B%22ci%22%3A0%2C%22os%22%3A879.6000000238419%2C%22ls%22%3A656.5%2C%22le%22%3A736.6999999880791%7D

O que fazer

Para receber a dose de reforço da vacina, basta procurar um dos pontos de vacinação, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF e apresentar a mensagem com a convocação.

Quem pode receber a dose de reforço neste sábado (18/9)?

  • Idosos com 70 anos ou mais, vacinados com a segunda dose até o dia 23 de março
  • Imunossuprimidos de qualquer idade, vacinados com a segunda dose até  o dia 22 de agosto

Imunossuprimidos que se enquadram nos critérios e que não recebam a convocação deverão enviar um email para o endereço eletrônico, sms-central@sms.curitiba.pr.gov.br, com as informações pessoais e documento que comprove a condição clínica . Já as pessoas que fazem hemodiálise receberão a dose de reforço nas clínicas que fazem tratamento.

Pontos de vacinação

Veja abaixo a lista com os locais de vacinação para a dose de reforço, neste sábado (18), em Curitiba. A aplicação acontece das 8h às 17h. São 16 pontos fixos, para a população elegível em geral, além de quatro pontos drive-thru exclusivos para pessoas com dificuldades de locomoção.

LOCAIS FIXOS

Das 8h às 17h

  1. Pavilhão da Cura
    Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)
  2. US Ouvidor Pardinho
    Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho
  3. Centro de Referência, esportes e atividade física
    Rua Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra
  4. US Salvador Allende
    Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado
  5. US Parigot de Souza
    Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado
  6. US Vila Diana
    Rua René Descartes, 537 – Abranches
  7. Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
    Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri
  8. US Visitação
    Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão
  9. US Camargo
    Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru
  10. Clube da Gente CIC
    Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700
  11. US Vila Feliz
    Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo
  12. US Aurora
    Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo
  13. US Pinheiros
    Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade
  14. US Orleans
    Av. Ver. Toaldo Túlio, 4.577 – Orleans
  15. Rua da Cidadania do Tatuquara
    Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n
  16. Rua da Cidadania do Fazendinha
    Rua Carlos Klemtz, 1.700

DRIVE-THRU (apenas para pessoas com dificuldade de locomoção)

Das 8 às 17h

  1. Pavilhão da Cura – Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)
  2. Estacionamento do Santuário Nossa Senhora do Carmo – Boqueirão (entrada será feita exclusivamente pelo segundo portão do estacionamento, pela Rua Frederico Mauer)
  3. Rua da Cidadania Cajuru
    Avenida prefeito Maurício Fruet, 2150
  4. Comunidade Alcance 
    Rua Augusto Marach 193 (Antigo Mercadorama do Capão Raso)

Lucian Pichetti – CBN Curitiba

Foto: Hully Paiva

O Ministério da Saúde lança nesta sexta-feira (17) o Plano Nacional de Expansão da Testagem para o Novo Coronavírus. A solenidade está marcada para às 10 horas, na Vila Portes, próximo à aduana brasileira da Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado. As informações foram publicadas pela CBN Curitiba.

O governo federal quer medir a aceitabilidade da população em realizar os testes rápidos de antígeno, o tempo necessário para triagem, o processo de rastreabilidade, o perfil epidemiológico dos voluntários e o resultado positivo entre os indivíduos testados, sejam eles sintomáticos ou assintomáticos.

Projeto-piloto

Foz do Iguaçu é uma das cinco cidades brasileiras escolhidas para participar dos testes do projeto-piloto. O município representa a região sul do País. Foram escolhidas também Natal, para representar o Nordeste; Macapá, o Norte; Campo Grande, o Centro-Oeste e Belo Horizonte, que representa o Sudeste.

Em Foz, estão previstos cerca de 800 testes.

Redação – Paraná Portal
Foto: Arquivo/Gilson Abreu/AEN

O Paraná confirmou 70 mortes e 2.112 casos novos de covid-19. O boletim do coronavírus foi atualizado nesta quinta-feira (16) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).

Conforme a secretaria estadual, o Paraná agora acumula 1.478.428 casos confirmados e 38.050 mortes por complicações da doença.

De acordo com a secretaria estadual, o Paraná tem 789 pacientes com Covid-19 internados em hospitais da rede pública ou privada. Destes, 470 ocupam leitos de UTI, enquanto 319 realizam o tratamento em vagas de enfermaria.

Além disso, outros 1.456 pacientes com quadros respiratórios seguem internados. Eles são considerados casos suspeitos porque não fizeram ou ainda aguardam o resultado dos exames para coronavírus.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI do SUS exclusivos para Covid-19 é de 57%. O indicador é distribuído da seguinte forma, por região: leste (61%), oeste (58%), noroeste (36%) e norte (63%).

O Paraná chega aos 1.478.428 diagnósticos positivos de Covid-19 com uma taxa de letalidade de 2%.

De acordo com a Sesa, 1.387.196 pacientes foram liberados do tratamento e são considerados recuperados. O número representa 93% do total de infectados.

VACINA

Desde o início da campanha de vacinação até esta quinta-feira (16) o Paraná vacinou 7.731.740 cidadãos. Ao todo, 11.982.342 doses foram aplicadas, das quais 4.250.602 se referem à dose de reforço ou dose única.

Até agora, o Estado recebeu do Ministério da Saúde um total de 14.723.490 de doses, somados os imunizantes CoronaVac, AstraZenca/Oxford, Pfizer e Janssen.

COVID-19: NOVAS MORTES

boletim do coronavírus atualizado nesta quinta-feira (16) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) incluiu 70 mortes aos registros oficiais da Covid-19 no Paraná. As vítimas eram 45 homens e 25 mulheres, com idades entre 27 e 96 anos. Os óbitos ocorreram entre maio e setembro de 2021.

Os óbitos incluídos hoje no boletim da Sesa aconteceram em Curitiba (24), Londrina (5), Ponta Grossa (4), Cascavel (4), Marechal Cândido Rondon (3), Três Barras do Paraná (2), Toledo (2), São José dos Pinhais (2), Rolândia (2) e Guarapuava (2), Araucária (2).

Além disso, a secretaria estadual registrou a morte de uma pessoa que morava em cada um dos seguintes municípios: Santa Tereza do Oeste, Piraí do Sul, Pinhais, Pato Branco, Paranavaí, Palotina, Ortigueira, Matinhos, Maringá, Mamborê, Ivaí, Colombo, Carlópolis, Capanema, Campo Largo, Campina Grande do Sul, Cambé e Apucarana.