Autor

Redação

A navegação

Redação – Paraná Portal
Foto: Arquivo/Andréa Rêgo Barros/PCR

Paraná registrou 23.771 novos casos e 29 mortes pela covid-19 nesta terça-feira (25), de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Segundo a Sesa, as vítimas são 17 homens e 12 mulheres, com idades que variam entre 32 e 98 anos, moradores de 23 cidades paranaenses.

Curitiba (3), Paulo Frontin (2), Londrina (2), Foz do Iguaçu (2) e Dois Vizinhos (2) foram os municípios que registraram mais de uma morte. Os óbitos ocorreram entre 20 de março de 2021 e hoje.

Os novos casos confirmados hoje também estavam represados e foram acumulados a partir de abril de 2020.

Conforme o levantamento epidemiológico sobre a pandemia no estado, o Paraná soma agora 1.838.152 infecções pela doença. Do total de paranaenses que contraíram o novo coronavírus, 84% não apresentam mais sintomas e foram liberados do isolamento.

O boletim atualizado hoje indica ainda a morte de 40.809 paranaenses em decorrência da covid-19, neste período de pandemia.https://8407b4e78fa0a16e104808768478a7f1.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Hoje, 115 pacientes que tiveram diagnóstico confirmado para o novo coronavírus estão internados em hospitais do estado. Destes, 38 ocupam unidades de terapia intensiva (UTI).

Outros 1.099 pacientes também estão internados no Paraná. Eles aguardam resultados de exames e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

taxa de ocupação dos leitos de UTI SUS covid neste domingo é de 64%.https://8407b4e78fa0a16e104808768478a7f1.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Confira aqui o boletim completo da Sesa

Redação – Paraná Portal
Foto: Arquidiocese de Curitiba

O Arcebispo Emérito de Curitiba, Dom Pedro Fedalto, recebeu alta hospitalar na tarde desta segunda-feira (24) após contrair Covid-19. A informação foi confirmada pela Arquidiocese de Curitiba.

Dom Pedro Fedalto deu entrada na noite da última quarta-feira (19) no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, apresentando quadro de febre e cansaço. O religioso passou por exames que apontaram a infecção pelo novo coronavírus.

Ainda de acordo com a Arquidiocese, com saturação baixa, Dom Pedro recebeu oxigênio e teve rápida recuperação, o que possibilitou a alta hoje.

Livre da Covid-19, Dom Pedro Fedalto aguarda desde o final de 2020 a estabilização de seu quadro de saúde para se submeter a uma cirurgia para desobstruir um aneurisma de 7 centímetros junto à aorta. Ele tem 95 anos.

Leonardo Gomes – BandNews FM Curitiba
Foto: Reprodução

Um homem ficou preso por pelo menos 10 horas na laje de um comércio no Centro de Curitiba. O caso foi registrado ontem (domingo, 23). Segundo a Polícia Militar, o rapaz é suspeito de tentar invadir o local. Ele estaria furtando materiais de construção no imóvel, quando ficou preso. As informações são da BandNews Curitiba.

O estabelecimento estava fechado e o proprietário foi avisado por vizinhos da situação, por volta das 9h. Câmeras de segurança flagraram o rapaz no telhado da loja, ainda durante a madrugada. Os socorristas foram chamados por volta das 15h.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem estava desorientado. Ele foi resgatado pelo telhado e encaminhado ao Hospital Evangélico Mackenzie com ferimentos moderados. Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso é investigado pela Polícia Civil.

Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/PRE

Um homem que pilotava uma moto morreu neste sábado (22) após bater de frente com um ônibus na PR-239, em Nova Cantu, no centro-oeste do Paraná.

De acordo com a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), as causas do acidente ainda são investigadas. A batida aconteceu entre Nova Cantu e Roncador.

As apurações iniciais confirmam que moto e ônibus bateram de frente em um trecho de reta da PR-239. As circunstâncias do acidente, no entanto, ainda são investigadas.

Com o impacto, o homem que pilotava a moto morreu na hora. Imagens registradas pela Polícia Rodoviária Estadual revelam que a moto foi parcialmente destruída.

No para-brisa do ônibus, a marca indica onde, provavelmente, o capacete do motociclista se chocou com o veículo pesado em alta velocidade.

Um motociclista morreu em um acidente envolvendo um ônibus na tarde deste sábado (22), em Nova Cantu, na região centro-oeste do Paraná. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a batida foi registrada na PR-239.

AEN
Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná

Os terminais que operam no Porto de Paranaguá esperam carregar 6.762.816 toneladas de granéis sólidos de exportação nos primeiros três meses do ano. Em média, por mês, a previsão é embarcar 2.254.272 toneladas de soja (em grão e farelo), açúcar, milho e trigo, de janeiro a março.

O volume projetado é cerca de 35% maior que as 4.991.434 toneladas movimentadas dos produtos em relação ao primeiro trimestre do ano passado. A alta esperada deve ser puxada, principalmente, pelo volume de soja esperado para este primeiro trimestre do ano.

“Se as condições climáticas permitirem e os contratos forem fechados, temos tudo para que os operadores atinjam a meta esperada”, disse o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. “A estrutura, a equipe e a expertise estão prontas para receber a nova safra, tanto no porto quanto nos terminais”. 

De soja, em grão, as empresas pretendem embarcar 4.560.915 toneladas pelo Porto de Paranaguá no primeiro trimestre. De farelo de soja, são esperadas 1.404.901 toneladas.

“Especificamente em relação à soja, o que observamos é que o movimento não parou. Em dezembro, por aqui, foi exportada muita soja. E nesses primeiros 15 dias de janeiro, segue o mesmo ritmo”, afirma Garcia.

Enquanto em dezembro de 2020 o volume de soja exportado foi de 30.428 toneladas, no último mês de dezembro (2021) chegou a 650.238 toneladas. Em janeiro de 2021, foram 30 mil toneladas do produto. Neste mês, até o último dia 18, já haviam sido carregadas 381.211 toneladas.

MERCADO – Segundo os especialistas, a soja que está sendo embarcada agora ainda é da safra passada, que os produtores estavam segurando à espera do melhor momento (e preço) para a venda.

“Para dar uma regulada no preço, esperando melhorar, o produtor acaba sendo segurado. Porém, nesse momento, em que ele precisa abrir espaço para receber a nova safra, ele precisa vender”, explica o diretor da Associação dos Exportadores do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá (Atexp), André Maragliano.

Com contrato fechado, e preços bons no mercado, os volumes de soja que chegam ao porto são maiores. “De outubro a novembro começou o aumento desse volume não esperado. Não tivemos a ‘entressafra’”, afirma.

Apesar da quebra prevista para a nova safra de soja, devido à seca enfrentada pelos agricultores, na lavoura há previsão de aumento nos volumes esperados – principalmente a partir de fevereiro.

“O início da safra é sempre muito movimentado. Todo mundo posiciona navio (nos portos), todos têm contrato para cumprir e todo mundo já comprou soja, aumentando o fluxo dos caminhões”, afirma o diretor da Atexp.

DEMAIS PRODUTOS – Ainda para este primeiro trimestre, as exportações de açúcar a granel devem chegar a um volume de 405 mil toneladas. De milho devem ser exportadas 395 mil toneladas pelos operadores portuários paranaenses. De trigo, 33 mil.


Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/BPFron

Uma jovem de 22 anos foi presa em flagrante, na noite desta sexta-feira (21), quando transportava cinco pistolas 9 mm e 10 carregadores de munição em um ônibus com destino a Porto Alegre (RS).

O flagrante ocorreu em Capitão Leônidas Marques, no oeste do Paraná. De acordo com o BPFron (Batalhão de Polícia de Fronteira da PM), a abordagem aconteceu em meio a uma inspeção de rotina.

Aos policiais, a jovem de 22 anos disse que levaria as pistolas e munição até o município de Lajeado, no Rio Grande do Sul.

A mulher presa em flagrante estava com as armas presas nas pernas com fita adesiva. O material foi encontrado durante a revista. A jovem de 22 anos foi detida em flagrante e encaminhada para a delegacia.

Redação Paraná Portal e Larissa Biscaia – BandNews FM Curitiba
Foto: Divulgação/Prefeitura Fazenda Rio Grande

A Defesa Civil de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, trabalha no atendimento à população após os estragos causados pela chuva ao longo da semana. Segundo o Simepar, o município registrou mais de trinta milímetros de chuva entre a tarde de quinta-feira (20) e a manhã desta sexta-feira (21). A Avenida dos Estados Unidos chegou a ser interditada.

No início da semana, a cidade declarou situação de calamidade após uma das chuvas mais intensas dos últimos 30 anos. A chuvarada da última segunda-feira (17) atingiu 200 casas e deixou 100 desabrigados. Conforme a Prefeitura de Fazenda Rio Grande, em pouco mais de duas horas a precipitação acumulada foi de 200 milímetros.

Mais de 20 quilômetros de ruas e estradas ficaram danificadas pelas chuvas, além de 12 pontes e galerias que sofreram o impacto da força das águas, que atingiram mais de dois metros acima dos níveis das ruas, nas regiões mais baixas da cidade, ainda de acordo com a administração municipal.

A previsão do Simepar é de tempo seco em Fazenda Rio Grande neste final de semana e no início da próxima semana.

Jorge de Sousa – Paraná Portal
Foto: Divulgação/OAB-PR

O TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região solicitou a abertura de uma Comissão de Heteroidentificação  para averiguar uma possível fraude na última eleição da OAB-PR (Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Paraná).

A decisão foi emitida nesta quinta-feira (20), pelo desembargador federal Rogério Favreto.

Dessa forma, o Conselho Federal da OAB tem até 30 dias para instaurar a comissão e analisar se houve fraude no processo para decidir pela impugnação ou não da eleição.

A ação judicial que resultou na decisão foi ingressada pelo advogado Marcelo Trindade de Almeida, um dos candidatos derrotados no pleito.

Almeida aponta que a chapa vencedora, encabeçada pela advogada Marilena Winter, não cumpria o edital eleitoral de contar com 30% da composição mínima de advogados de etnia preta ou parda e por isso supostamente teria falsificado a autodeclaração fenotípica de alguns membros.

A denúncia aponta que 12 advogados da chapa vencedora teriam mentido na autodeclaração e que a foto dos candidatos no site da OAB-PR comprova o delito.

A decisão do desembargador federal Rogério Favreto dispensa a cassação imediata de Marilena Winter e o restante da diretoria empossada no início de janeiro, deixando essa decisão para o Conselho Federal da OAB após as investigações.

Procurada pela reportagem, a diretoria da OAB-PR não retornou aos questionamentos até o fechamento dessa matéria.

O advogado Marcelo Trindade de Almeida também não respondeu à reportagem até o fechamento.

Jorge de Sousa – Paraná Portal
Foto: Divulgação/PRF

Um homem morreu após um acidente entre dois caminhões na BR-277, na altura do município de Nova Laranjeiras, região central do Paraná, na noite desta quinta-feira (20).

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), os dois caminhões bateram de frente na pista, após o motorista da carreta carregada com óleo diesel perder o controle em uma curva, tombou o veículo e invadiu a pista contrária.

O motorista do caminhão carregado de óleo diesel conseguiu deixar a cabine antes do veículo pegar fogo, mas o condutor da outra carreta ficou preso nas ferragens e morreu no local.

O incêndio no caminhão chegou a se espalhar pela vegetação na beira da rodovia e o Corpo de Bombeiros teve que ser acionado para controlar as chamas.

O tráfego no trecho da BR-277 ficou interditado por cerca de seis horas até a retirada do caminhão, concluída apenas na madrugada desta sexta-feira (21).

Leonardo Gomes – BandNews FM Curitiba
Foto:  Divulgação/Corpo de Bombeiros

O número de mortes provadas por afogamentos no litoral do Paraná caiu mais de 57% durante os primeiros 30 primeiros dias de Operação Verão. Entre o dia 18 de dezembro e a última terça-feira (18), foram 3 óbitos registrados nas cidades do litoral contra 7 na temporada de verão anterior. As informações são da BandNews Curitiba.

Segundo o Corpo de Bombeiros, no período analisado, os guarda-vidas fizeram 463 salvamentos, uma redução de 9% em comparação com o mesmo período anterior (509). Com relação às mortes por afogamento, tanto os três óbitos ocorridos neste primeiro mês de verão quanto os outros sete da temporada anterior foram em áreas que não possuem Postos de Guarda-Vidas. Portanto, locais que não deveriam ser frequentados para banho de mar.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Manoel de Figueiredo Júnior, a atuação foi intensificada desde o dia 10 de dezembro por conta da crescente procura de lazer e banho no Litoral, e a partir do dia 18 de dezembro com efetivo fixo maior.

“O Corpo de Bombeiros aumentando o número de postos consegue fazer de uma forma bastante ampla essa diminuição da quantidade de óbitos, e também com a população entendendo que a necessidade de banhar-se na presença dos guarda-vidas”, disse.

Os atendimentos dos guarda-vidas nas praias se baseiam em orientações e advertências. As orientações são os casos em que o próprio cidadão busca informações junto ao bombeiro, como condições da água, pontos permitidos para banho e cuidados gerais. Já as advertências ocorrem quando o guarda-vidas constata uma pessoa em situação vulnerável na água e sinaliza com gestos ou avisos com apito para que ela volte à margem.

A estatística indica que neste período houve 81.934 orientações e advertências, 15.126 a menos que no mesmo período de 2020 (97.060). Dentre as atividades de prevenção estão as de entregas de pulseirinhas de identificação para as crianças, a fim de agilizar a localização e o contato com os responsáveis.

Nestes primeiros 30 dias de verão foram 8.245 unidades em toda orla marítima, 2.285 a mais que no mesmo período da temporada passada (5.960 pulseirinhas). O Corpo de Bombeiros também atendeu 476 casos de crianças perdidas na areia, um aumento de quase 32% em relação ao período do verão anterior.

Conforme a tenente Ana Paula Inácio, a pulseirinha foi fundamental para a solução de casos de crianças perdidas.

“Os pais e responsáveis que chegam à areia com suas crianças podem procurar um Posto de Guarda-Vidas pra fazer a retirada dessa pulseirinha. Nela são colocadas informações como o nome da criança e do responsável, e um telefone para contato, além do posto de onde estão saindo essas informações. Então é muito importante que os pais ensinem suas crianças que caso elas se percam ou não encontrem seus familiares que procurem um Posto de Guarda-Vidas e aguardem até que seja feita a localização”, explica.

Ainda conforme balanço dos bombeiros, nestes 30 dias foram registrados 747 casos de pessoas que tiveram contato com águas-vivas ou caravelas. No mesmo período da última temporada foram 1.408 ocorrências, uma diminuição de 47%.