Autor

Redação

A navegação

Leonardo Gomes – BandNews FM Curitiba
Foto: Josette Leprevost/Alep

A entrada de quatro novos deputados na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) após a cassação de Fernando Francischini (PSL) causou impactos na estrutura organizacional da Casa. Foram exonerados 52 funcionários comissionados lotados nos gabinetes dos deputados que perderam os mandatos, em comissões e lideranças. As informações são da BandNews Curitiba.

As exonerações foram publicadas no Diário Oficial na quarta-feira (3). As 52 vagas deixadas devem ser preenchidas por novos funcionários a serem nomeados pelos novos deputados: Adelino Ribeiro (Patriotas), Nereu Moura (MDB), Elio Rusch (DEM) e Pedro Paulo Bazana (PV). Os parlamentares assumem as vagas na Alep na segunda-feira (8).

Fernando Francischini foi condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de autoridade e uso indevido dos meios de comunicação. Em 2018, com a votação ainda em andamento, Francischini disse em uma live no Facebook que estava comprovado que as urnas eletrônicas haviam sido fraudadas, para prejudicar o então candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro.

As denúncias nunca foram comprovadas. O político afirma que vai recorrer da decisão ao Supremo Tribunal Federal (STF). Por ter recebido 427.749 votos nas eleições de 2018, os votos dados a Francischini elegeram outros três deputados estaduais do PSL. Por isso eles também perderam o mandato.

Francischini presidia a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a principal da Casa. Na Comissão de Segurança Pública (CSP), apenas Subtenente Everton fazia parte entre os deputados que perderam o mandato – este por outro processo. Cassiano Caron (PSL), que tinha assumido a vaga dele no fim de outubro e também já deixou a Casa, não chegou a fazer nomeações.

Conforme o Portal da Transparência, em agosto a Alep tinha 1.756 funcionários em cargos em comissão. Já a quantidade de servidores concursados era de 194 no mesmo mês.

Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/PRF

PRF (Polícia Rodoviária Federal) vai realizar um leilão virtual de veículos retiros na RMC, Região Metropolitana de Curitiba, com lances mínimos entre R$ 10 e R$ 1,5 mil para sucatas e R$ 150 e R$ 15 mil para veículos conservados.

As sessões públicas serão realizadas em 6 de novembro, com lotes de sucata aproveitável e sucata aproveitável com motor inservível, e em 13 de novembro, com lotes de veículos conservados. O leilão da PRF será exclusivamente on-line, através do site: https://www.kronbergleiloes.com.br.

Dentre os 356 veículos ofertados, 183 são conservados (aqueles que não têm relação alguma com sua conservação visual e aparência estética de sua lataria e demais equipamentos) e 173 são considerados como sucata (aqueles que estão impedidos de circulação em vias públicas e se destinam exclusivamente ao desmonte e ao reaproveitamento de suas peças).

Todos os veículos podem ser adquiridos por pessoas físicas ou jurídicas.

Os veículos poderão ser examinados visualmente nos locais onde se encontram, conforme endereços que constam no edital de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Os lotes mais caros do leilão da PRF são um Hyundai/Hb20 1.0M , ano 2012 e um GM/Onix 1.0MT, ano 2018; com lances mínimos de R$ 15.000,00.

Redação – Paraná Portal
Foto: Daniel Castellano/SMCS

Nesta sexta-feira (5), começa o agendamento para o público acompanhar as primeiras atrações gratuitas do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2021. No primeiro lote, serão liberadas entradas para espetáculos do período de 18 e 28 de novembro.

Na sequência, serão abertas agendas para o mês de dezembro. Quem decidir aproveitar as apresentações no mês de novembro, vai encontrar as seguintes opções:

  • Voo de Balão da Ademicon no Jardim Botânico;
  • Auto de Natal e Caminho de Luz Condor no Passeio Público;
  • Natal da Gratidão Copel Telecom no Parque Barigui;
  • Natal Ebanx na Praça Santos Andrade;
  • Vila de Natal Electrolux no Mercado Municipal;
  • Natal do Restaurante da Família Madalosso;

A Prefeitura de Curitiba lembra que o agendamento é obrigatório e necessário para o controle de acesso, uma forma a respeitar a capacidade de público de cada evento e também os protocolos relacionados à pandemia da Covid-19. O uso de máscara será obrigatório.

O agendamento para o Natal de Curitiba – Luz do Pinhais 2021 será feito pelo site natal.curitiba.pr.gov.br/ (clique aqui).

LOTES DE AGENDAMENTO

Mais dois lotes de ingressos grátis das atrações serão liberados. A partir do dia 19 de novembro será aberto o agendamento para as atrações do período de 29 de novembro a 12 de dezembro e, a partir do dia 26 de novembro, para as atrações de 13 de dezembro a 9 de janeiro.

NATAL DE CURITIBA – LUZ DOS PINHAIS 2021: QUAIS SÃO AS ATRAÇÕES GRATUITAS?

  • Voo de Balão da Ademicon no Jardim Botânico: serão 20 voos cativos (preso ao solo) diários, às quartas e sextas-feiras, das 17h às 19h, e 30 voos diários, sábados e domingos, das 16h às 19h. O voo terá duração de cinco minutos e até quatro pessoas poderão subir no cesto juntas (com limite de peso de 360 quilos);
  • Auto de Natal e Caminho de Luz Condor no Passeio Público: o circuito drive-thru no Passeio irá ocorrer de terça a sexta-feira, com duas sessões (20h e 21h) com 225 carros por hora. Já o Auto de Natal será encenado sábados e domingos, em duas sessões, às 19h30 e 20h30;
  • Natal da Gratidão Copel Telecom Parque Barigui: o circuito natalino no Parque Barigui terá três sessões (19h, 20h e 21h), de terça a domingo, com capacidade para 500 carros por hora;
  • Natal Ebanx na Praça Santos Andrade: serão seis sessões por dia de 30 minutos, de quarta a sábado, das 18h30 às 21h30. O público poderá pedalar nas bicicletas que irão produzir energia para acender a iluminação cênica da fachada do prédio histórico da UFPR e árvores de Natal;
  • Natal do Restaurante da Família Madalosso: a fachada do restaurante de Santa Felicidade irá receber apresentações musicais “drive-in”, com o público no carro, com 17 dias de espetáculos e até três sessões por dia (19h30, 20h20 e 21h). A capacidade será de 35 carros por sessão;
  • Vila de Natal Electrolux no Mercado Municipal: os pais vão precisar agendar para visitas dos filhos ao Bom Velhinho na Casa do Papai Noel e na Arena Kids da atração no Mercado Municipal de Curitiba. A atração estreia no dia 20 de novembro;

Redação – Paraná Portal
Foto: Arnaldo Alves/ANPr

O relatório final dos pedágios foi aprovado nesta quinta-feira (4), por unanimidade, pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). O processo agora retorna para o Ministério da Infraestrutura, que será responsável pelos últimos detalhes do edital de licitação das concessões de rodovias do Paraná.

Antes de ser publicado, o edital ainda passará pela análise do TCU (Tribunal de Contas da União), última etapa antes do projeto de concessões ser encaminhado para o leilão na B3 (Bolsa de Valores).

O plano de outorga prevê a concessão de 3,3 mil quilômetros de rodovias federais e estaduais no Paraná, dos quais 1 mil quilômetros são trechos novos. A mudança vai permitir a construção de 15 novas praças de pedágio, que somadas às 27 atualmente construídas, resultarão em um total de 42 postos de cobrança.

Por outro lado, a expectativa é que os preços da tarifas caiam sensivelmente. O Paraná insistiu no modelo de concessão pelo maior desconto, aliado a garantias de investimento. O Estado prevê que os vencedores da licitação invistam pelo menos R$ 44 bilhões em melhorias de infraestrutura durante os 30 anos de validade dos contratos.

“Todas as contribuições recebidas foram analisadas e as aceitas foram incorporadas nas referentes minutas de edital, de contrato ou nos estudos de viabilidade. A audiência pública cumpriu o seu papel de oferecer à sociedade, aos agentes econômicos e aos usuários um ambiente propício para o encaminhamento de seus pleitos e sugestões”, afirmou o diretor da ANTT Davi Gomes Barreto.

O diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale Rodrigues, e os demais diretores da agência elogiaram a construção do projeto e a participação da sociedade civil no processo.

“Certamente foi um dos projetos mais desafiadores que tivemos na agência. Temos certeza que estamos construindo um modelo melhor, mais eficiente e que vai entregar os resultados que se esperam na concessão de rodovias”, afirmou o diretor Fábio de Almeida Carvalho.

O Governo do Paraná espera que as novas tarifas de pedágio sejam, em média, 50% mais baratas do que as atuais. Além disso, aponta que 90% das obras previstas no edital sejam concluídas até o sétimo ano de vigência dos contratos.

Tarobá News
Foto: Reprodução/Tarobá News

Seis homens suspeitos de assaltar agências bancárias em Três Barras do Paraná, na região Oeste do estado, na madrugada desta quinta-feira (4) foram mortos em confronto com a Polícia Militar. As informações são da Tarobá News.

Os suspeitos estavam fortemente armados e com explosivos. Ao todo, oito homens participaram da ação, e tinham como alvo uma cooperativa de crédito e um banco da cidade, que tem cerca de 19 mil habitantes.

A ação criminosa foi frustrada pela polícia, e houve uma intensa troca de tiros.

Moradores relatam pânico e tiroteio intenso

Segundo informações, os oitos assaltantes já vinham planejamento explodir os caixas eletrônicos de uma cooperativa de crédito e um banco. Quando chegaram ao local do crime, por volta de 3h50 da madrugada, foram surpreendidos com um forte aparato policial, inclusive com atiradores de elite. Houve troca de tiros e seis suspeitos morreram baleados. Dois deles conseguiram fugir e estão sendo procurados pela polícia.

Moradores de Três Barras do Paraná relataram verdadeiro pânico e disseram ter ouvido mais de 200 disparos de arma de fogo. As marcas de tiros ficaram nos carros que estavam nas ruas, várias fachadas de lojas foram destruídas e muitas cápsulas foram encontradas na região onde houve o confronto. Segundo o Coronel Garcez da Polícia Militar nenhum policial foi ferido durante o confronto.

Um carro que teria sido usado pelos suspeitos foi encontrado incendiado.

Policiais de toda a região auxiliam nas buscas dos dois suspeitos que conseguiram escapar. Estradas rurais e vários acessos foram fechados pela polícia. Pessoas que passam por esses locais estão sendo abordadas e revistadas.

Esquadrão antibombas acionado

esquadrão antibombas de Curitiba foi acionado para deslocar até Três Barras do Paraná, depois que explosivos foram encontrados presos aos corpos de dois dos suspeitos mortos durante confronto com a polícia.

Até que a equipe chegue na cidade, os corpos não poderão ser liberados para o Instituto Médico Legal (IML) de Cascavel. Os nomes dos suspeitos ainda não foram divulgados.

Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O número de famílias brasileiras com dívidas continuou crescendo em outubro e chegou a 74,6%, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada hoje (4) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).svg%3Esvg%3E

O levantamento mostra que o ritmo de crescimento do endividamento diminuiu e que a alta de outubro foi de de 0,6 ponto percentual em relação a setembro. Mesmo assim, o aumento foi a 11ª alta mensal consecutiva.

A CNC avalia que a alta recente dos juros reduziu a contratação de dívidas em outubro e fez o indicador ter um acréscimo abaixo dos últimos meses, quando apresentava aumento, em média, de 1,5 ponto.

Já frente a outubro de 2020, o percentual de famílias endividadas é 8,1 pontos maior em 2021, fazendo desse o segundo maior crescimento anual da série histórica.

O percentual de famílias com dívidas ou contas em atraso atingiu 25,6%, segundo a CNC, o que representa 0,1 ponto acima do registrado em setembro de 2021 e 0,5 ponto abaixo de outubro de 2020.

Já a parcela das famílias que declarou não ter condições de pagar contas ou dívidas caiu de 10,3% para 10,1% na passagem mensal e 1,8 ponto na comparação anual.

Em texto divulgado pela confederação, o presidente da CNC, José Roberto Tadros, considera que o relativo controle da taxa de inadimplência diante do cenário econômico “é impressionante”.

“A inflação corrente elevada e disseminada tem deteriorado os orçamentos domésticos e diminuído o poder de compra das famílias, em especial as na faixa de menor renda. Os números demonstram os esforços em manter os compromissos financeiros em dia, com renegociação e melhor controle dos gastos”, avalia.

Redação – Paraná Portal
Foto: Gilson Abreu/AEN

Historicamente líder da produção nacional de trigo, o Paraná chega à reta final da colheita do cereal nesta semana com preços em alta, segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento.

A comparação com 2020 mostra a valorização do cereal. Em média, os produtores receberam R$ 87,34 pela saca de 60 kg de trigo no mês passado, valor 27% superior ao praticado em outubro de 2020 (R$ 68,61).

Esse quadro colaborou para que os produtores de trigo do Paraná diminuíssem o ritmo da comercialização, na expectativa de que os preços continuem evoluindo. Cerca de 36% do volume de 3,2 milhões de toneladas projetado para a safra 2020/2021 foi vendido até outubro, contra um percentual de 47% em outubro de 2020. A capitalização dos produtores em virtude de boas safras de soja também tem possibilitado esse retardo.

“Apesar de estar mais lenta comparativamente ao ano passado, essa comercialização não torna indisponível o produto aos moinhos. Com a colheita chegando à reta final, a disponibilidade do cereal no estado está praticamente no auge”, explica o agrônomo do Deral, Carlos Hugo Godinho. Em breve, essa disponibilidade se somará ao ápice das colheitas da Argentina e do Rio Grande do Sul, mercados importantes para a formação do preço paranaense.

MOINHOS

Na comparação entre outubro e setembro deste ano, os preços no mercado atacadista tiveram uma retração de 3% – em setembro, a tonelada de trigo custava, em média, R$ 1.656.

“Os moinhos tiveram um alívio temporário neste mês, com as farinhas sendo vendidas cerca de 1% mais caras que em setembro, apesar de seu principal insumo ter barateado no mesmo período”, diz Godinho.

Segundo ele, essa comparação mensal esconde a dificuldade de repasses de preço, pois o reajuste médio das farinhas desde outubro de 2020 é de 9%, menos da metade do reajuste do trigo disponível. No mercado atacadista, o preço do cereal passou de R$ 1.308 em outubro de 2020 para uma média de R$ 1.605 em outubro deste ano – alta de 23%.

PREÇO DO PÃO FRANCÊS

O preço do pão francês no varejo tem se mantido abaixo da inflação, justificando a dificuldade de aumentos nas farinhas. Em outubro, a média de preços praticados pelo produto foi R$ 9,85, 1% mais caro que em setembro (R$9,76) e 4% mais caro que em outubro de 2020 (R$ 9,46), segundo o Deral.

“Além da dificuldade pela queda de renda do brasileiro, o represamento pode ser explicado por uma estratégia de mercado, já que o preço baixo do pão pode estimular o consumo de outros itens das padarias e supermercados”, completa o agrônomo.

Redação – Paraná Portal
Foto: José Fernando Ogura/ANPr

O Parque Nacional do Iguaçu recebeu 18.333 visitantes durante todo o feriado de Finados, superando a expectativa, que era de 15 mil pessoas.

Segundo assessoria, o dia de maior movimento foi sábado (30), quando 9.268 pessoas passaram pelas instalações.

Já o turismo de Itaipu, registrou 7.369 visitantes durante todo o feriado, número dentro do esperado pela Binacional.

Parque da Aves, por sua vez, registrou 10.817 pessoas visitando o atrativo durante o feriado prolongado. Em relação à procedência dos visitantes, a maioria veio do Paraná (57,9%), seguido por paulistas (14,1%), catarinenses (8,4%), gaúchos (5,4%) e cariocas (2,1%).

Os estrangeiros representaram 4% do movimento, quase o dobro do feriado passado, e a lista de países já começa a aumentar, lideradas por Paraguai (230 visitantes), Argentina (48 visitantes) e França (24 visitantes).

*Com informações do Portal Tarobá News, parceiro do Paraná Portal. 

Redação – Paraná Portal
Foto: SESP

A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) realizada entre sexta-feira (29) e domingo (31) resultou em dois pontos comerciais interditados e 75 autuações administrativas por irregularidades. Até um cassino clandestino foi flagrado pelos agentes em Curitiba. A Polícia Militar atuou para coibir aglomerações em vias públicas e apreendeu materiais contrabandeados, como cigarros, essências de narguilé e bebidas alcoólicas. As informações são da Agência Estadual de Notícias.

Os agentes municipais e policiais militares abordaram 21 pontos comerciais. Foram retirados de circulação 51 maços de cigarros, 40 essências de narguilé e três garrafas de bebidas alcoólicas. Durante os trabalhos, os integrantes da Aifu também fizeram abordagens de trânsito e emitiram 50 autos de infração.

Uma das ações foi no cruzamento das alamedas Carlos de Carvalho e Prudente de Morais. A ação resultou em 57 pessoas autuadas pelos agentes municipais.

“Há algum tempo as equipes da Aifu vêm se dedicando ao enfrentamento das aglomerações em espaços públicos, o que gera algumas violação dos atuais decretos”, disse o coordenador operacional da Aifu, capitão Ronaldo Carlos Goulart.

Cassino clandestino

A força-tarefa flagrou um cassino clandestino na região central de Curitiba. Localizado na rua Desembargador Clotário Portugal, o local estava em pleno funcionamento no momento da chegada das equipes. Ao todo, foram apreendidas 52 máquinas caça-níqueis e localizados R$ 700,00 em dinheiro dentro delas.

“A pessoa identificada como sendo a responsável pelo cassino foi encaminhada, juntamente com os materiais apreendidos, para o Cartório da 1ª Companhia do 12º Batalhão, para a lavratura de Termo Circunstanciado de Infração Penal”, disse o capitão Goulart.

No domingo, as abordagens tiveram apoio de efetivos da Operação Ateneu na região Sul da cidade. A Aifu contou com as equipes da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), do 23º Batalhão da PM, do Regimento de Polícia Montada (RPMON) e da Companhia de Rondas Ostensivas com Aplicação de Motocicletas (Rocam).

Agência Brasil
Foto: UOL/Reprodução

Um acidente entre uma ambulância e uma caminhonete, neste sábado (30), deixou 13 mortos e duas pessoas gravemente feridas na BR-174, em Comodoro, a 677 km de Cuiabá, no Mato Grosso (MT). Segundo o delegado Ricardo Marques Sarto, da Polícia Civil de Comodoro, os dois veículos bateram de frente. A perícia apura as causas do acidente. Os feridos, um da ambulância e outro da caminhonete, foram encaminhados para um hospital na cidade de Cáceres.

Segundo informações, 11 vítimas são da cidade de Comodoro, no Mato Grosso, sendo que oito delas iam fazer hemodiálise no município de Vilhena, em Rondônia. Além dos pacientes, estavam na ambulância dois acompanhantes e um servidor público. O prefeito de Comodoro, Rogério Vilela, decretou luto oficial por três dias.