Destaques

Bolsonaro propõe exportar bijuteria de nióbio

Hoje, em Davos, ao lado do general Alberto Heleno, com seu olhar de lince alerta, e inteligência rútila, Jair Bolsonaro descobre a maneira do Brasil deixar de ser mero produtor de matérias primas: exportar bijuteria de nióbio.

O nióbio é uma das chamadas terras rara, cuja aplicação nobre é ser usado para ligas de aço de grande resistência, para veículos espaciais, grandes construções de aço.

Aí o gênio, depois de depositar na exportação do abacata a redenção nacional, propõe as bijuterias de nióbio,

Fosse apenas um ignorante pessoa física, tudo bem. Mas ele, ao lado do general Heleno, do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), o responsável final pelo cochilo que permitiu uma mula em avião oficial da FAB, fala em nome do Brasil.

É o Iluminismo preconizado pelo Luis Roberto Barroso.

Escreva um comentário