Cidades

Casal é condenado a prisão por desvio de recursos do SUS em Curitiba

Nesta semana o juiz federal Nivaldo Brunoni, da pela 23ª Vara Criminal de Curitiba, decidiu que o casal Marinete Afonso de Mello e Marcelo Jorge de Mello são culpados por um desvio de mais de R$2 milhões de recursos para o setor da saúde em Curitiba. O desvio do valor era de um repasse do Sistema Único de Saúde (SUS) ao Fundo Municipal de Saúde administrado pela Prefeitura de Curitiba.

Câmara de vereadores quer proibir o consumo de bebidas na rua

Marinete e Marcelo atuaram no esquema entre os anos de 2004 a 2009, época que Marinete exercia um cargo de chefia na Secretaria de Saúde. De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, Marinete era responsável pela planilha de despesas e administração do Fundo Municipal e ali indicava contas bancárias vinculadas a ela, ao marido e a familiares onde o dinheiro era depositado.

Prisão

O casal foi condenado por crime de peculato. A pena de Marinete é de 12 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão, além de multa. Já a pena de Marcelo é de 7 anos e seis meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, além de multa. Ambos podem recorrer em liberdade. Eles também devem ressarcir os cofres públicos, em R$ 2.101.568,27. Eventual progressão de regime ficará condicionada à reparação do dano.

Escreva um comentário