Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

Coronavac: Indonésia libera uso emergencial e anuncia eficácia de 65,3%

Nesta segunda-feira (11), a Indonésia liberou o uso emergencial da Coronavac e anunciou eficácia de 65,3% da vacina contra a Covid-19 desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac.

O pronunciamento foi feito pela Agência de Monitoramento de Alimentos e Medicamentos da Indonésia, com base nos resultados preliminares de testes da fase 3, que contou com 1.620 voluntários. A informação é do UOL.

“Com base nos dados e considerando a orientação da OMS (Organização Mundial da Saúde), o CoronaVac atendeu aos requisitos para obter a autorização para o uso da vacina”, disse o chefe da Agência de Monitoramento de Alimentos e Medicamentos da Indonésia, Penny Lukito.

A OMS recomenda uma taxa mínima de 50% de eficácia para que um imunizante seja utilizado em uso emergencial. A Indonésia já recebeu três milhões de doses da Coronavac e a expectativa é que a vacinação seja iniciada ainda nesta semana. Profissionais da saúde serão os primeiros imunizados.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, afirmou que será a primeira pessoa a receber o imunizante contra a Covid-19 no país para “garantir a todos que a vacina é segura”. De acordo com o último boletim, o país asiático registrou 828.026 casos pelo coronavírus e 24.129 mortes.

RELIGIOSOS DA INDONÉSIA APROVAM VACINA CORONAVAC PARA USO DA POPULAÇÃO ISLÂMICA

O conselho Ulemá, de religiosos muçulmanos, aprovou a vacina Coronavac, considerando-a “permitida sob o Islamismo”. A informação foi veiculada pela emissora de TV alemã Deutsche Welle.

Segundo conclusão do conselho, o imunizante, o mesmo que está sendo produzido no Brasil em uma parceria do Instituto Butantan com a Sinovac, foi “sagrada e halal”.

Escreva um comentário