Bombando

Coronavírus no Paraná: casos confirmados chegam a 106


O Paraná confirmou mais nove casos do novo coronavírus (Covid-19) e agora soma 106 registros desde o início da pandemia. Os números foram atualizados na tarde desta quinta-feira (26) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).

Os casos em investigação totalizam 3.487, enquanto outras 613 notificações foram descartadas após exames clínicos e laboratoriais.

De acordo com as autoridades da saúde, entre os 106 pacientes identificados com o novo coronavírus no Paraná, cinco demandam internamentos em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Além disso, três estão em isolamento domiciliar.

Os outros 98 pacientes diagnosticados com a Covid-19 acompanham a evolução da doença em casa, também em isolamento.

 

!function(e,i,n,s){var t=”InfogramEmbeds”,d=e.getElementsByTagName(“script”)[0];if(window[t]&&window[t].initialized)window[t].process&&window[t].process();else if(!e.getElementById(n)){var o=e.createElement(“script”);o.async=1,o.id=n,o.src=”https://e.infogram.com/js/dist/embed-loader-min.js”,d.parentNode.insertBefore(o,d)}}(document,0,”infogram-async”);

CURITIBA LIDERA CASOS DA COVID-19

Conforme o novo boletim, foram confirmados seis casos novos casos de coronavírus em Curitiba. A capital concentra a maior parte dos registros da doença. São 66 confirmações desde o início de março.

Além disso, foram confirmados casos do novo coronavírus (Covid-19) em outras três regiões do Paraná: Maringá, Pato Branco e Rio Negro.

CORONAVÍRUS NO PARANÁ

  • Curitiba: 66
  • Cianorte: 6
  • Foz do Iguaçu: 5
  • Londrina: 3
  • Maringá: 3
  • Ponta Grossa: 3
  • Pinhais: 3
  • Cascavel: 2
  • Colombo: 2
  • Pato Branco: 2
  • Campo Largo: 1
  • Campo Mourão: 1
  • Faxinal: 1
  • Guaíra: 1
  • Paranavaí: 1
  • Rio Negro: 1
  • Telêmaco Borba: 1

Além disso, o Paraná também registrou quatro casos do novo coronavírus (Covid-19) em pessoas que não moram no estado. São três pacientes de São Paulo (SP) e um de Brasília (DF).

Conforme a Sesa, por recomendação do Ministério da Saúde, todos os casos de síndromes respiratórias são investigados. Por isso, nem todas as análises podem ser consideradas casos suspeitos.

Angelo Sfair – Paraná Portal

Escreva um comentário