Johan Gaissler – Paraná Portal
Foto: José Fernando Ogura/AEN

Nesta semana, o Governo do Paraná e a Prefeitura de Curitiba decretaram o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados. No entanto, há algumas exceções nessa flexibilização. Saiba na sequência quais são elas.

De acordo com a resolução publicada pela Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa), o uso de máscaras de proteção facial continua indispensável para casos confirmados ou suspeitos de Covid-19, para casos de surtos – quando um mínimo de três casos são positivados por meio de teste RT-PCR num mesmo ambiente – e para acesso atendimento em hospitais postos de saúde.

A Sesa recomenda também o uso de máscaras para funcionários da educação infantilnão vacinados contra a Covid-19 ou sem a imunização completa, nas residências se alguém tiver suspeita ou confirmação da doença, para quem utiliza o transporte públicoimunossuprimidosagentes comunitários de saúde e para quem faz atendimento ou visita em instituições de longa permanência.

Além disso, há a recomendação para quem é dos grupos de risco à Covid-19, são eles:

  • Idosos
  • Gestantes
  • Puérperas
  • Comorbidades como diabetes, hipertensão, doença renal crônica e pessoas em tratamento de câncer

A secretaria orienta que medidas de prevenção, como a higienização das mãos, devem ser mantidas. Quem se sentir mais seguro ao utilizar a máscara de proteção facial, também pode continuar, sem qualquer tipo de proibição.

Escreva um comentário