Redação – Paraná Portal
Foto: Marion por Pixabay

Pesquisadores do Complexo Hospital de Clínicas da UFPR/Ebserh estão desenvolvendo um estudo clínico que visa comparar possíveis opções de tratamento para alterações e perda de olfato após covid. O estudo, conduzido pelo médico Yasser Jebahi, avaliará diferentes modalidades de treinamento olfativo. As informações são do site oficial do Hospital de Clínicas.

O treinamento olfativo clássico é um dos principais métodos de reabilitação do sentido da olfação, sendo seguro e eficaz para os pacientes. Envolve uma série de exercícios para restaurar a percepção dos odores, por meio da exposição repetida e diária a óleos essenciais. Outros diferentes modelos de realização do treinamento olfativo prometem melhores resultados, mas ainda foram pouco estudados e comparados.

SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS; COVID HÁ MENOS DE 3 MESES

  • Para realizar o estudo clínico de terapias para recuperação do olfato em quem teve alterações ou perda, é necessário a seleção de voluntários, que precisam estar de acordo com alguns critérios:
  • residir em Curitiba e estar na faixa etária entre 18 e 60 anos incompletos;
  • ter testado positivo para Covid há menos de 3 meses por meio de exame RT-PCR;
  • queixa de alteração olfativa que persiste após a infecção por pelo menos 4 semanas do início dos sintomas de COVID-19;
  • apresentar cópia comprobatória do exame PCR-RT positivo para SARS CoV-2, podendo este ter sido realizado no próprio CHC-UFPR ou em laboratório externo;

Para mais informações sobre o  possível tratamento e cadastro, os voluntários devem entrar em contato pelo telefone (41) 99101-4122 (telefone/whatsapp) ou pelo email icaro.pires@hc.ufpr.br.

Escreva um comentário