Larissa Biscaia – BandNews FM Curitiba
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Curitiba está entre as quatro capitais brasileiras com aumento dos casos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em crianças de até nove anos. É isso que aponta o boletim semanal Infogripe, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Manaus (AM), Natal (RN) e Salvador (BA) também apresentaram alta. A informação é da BandNews Curitiba.

O médico infectopediatra, Victor Horácio de Souza Costa Júnior, afirma que o aumento no número de casos pode não estar ligado a casos de Covid-19, mas sim às doenças respiratórias no geral.

“A necessidade do diagnóstico diferencial dos vírus que fazem Síndrome Respiratória Aguda Grave ficou fundamental porque até que ponto uma criança com febre, cansaço está fazendo uma infecção por coronavírus ou uma infecção por vírus essencial respiratória? O número de casos aumentou também porque nós estamos investigando mais”, explicou Júnior.

A tendência de crescimento é de longo prazo e contabiliza as últimas seis semanas. O médico acredita que a incidência é maior porque se investiga mais.

“Os vírus respiratórios sempre estiveram circulando e a gente acredita que agora a incidência aumentou porque a necessidade de investigação de estados virais está maior. Por isso, que eles acabam aparecendo em maior quantidade também”, finalizou o médico.

O cenário é diferente na população adulta, de 20 anos ou mais, segundo a Fiocruz. O grupo registra mais diagnósticos de Covid-19, mas o número de novos casos semanais está estável.

Escreva um comentário