Angelo Sfair – Paraná Portal
Foto: Divulgação/Agência Senado

O Paraná registrou na última semana mais cinco mortes e 1.023 casos novos de dengue. O informe epidemiológico semanal foi divulgado hoje (30) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) do Paraná.

As mortes aconteceram entre janeiro e março, e se concentram nas regiões norte e noroeste do Estado. Conforme a pasta, os óbitos foram registrados em Londrina (2), Maringá, Paranavaí e Paraíso do Norte.

Desde o início do atual ciclo epidemiológico, que começou em agosto de 2020, o Paraná acumula 5.540 diagnósticos positivos e 14 mortes causadas pela dengue, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

“Temos casos confirmados em 231 municípios paranaenses e pedimos que a população nos apoie neste enfrentamento, pois os focos e criadouros do mosquito estão concentrados nos domicílios”, disse o secretário da Saúde, Beto Preto.

A orientação da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná é para que os cidadãos façam uma limpeza semanal dos jardins e quintais, e da casa como um tanto, eliminando qualquer ponto de acúmulo de água parada.

Qualquer recipiente que acumule água pode ser um potencial criadouro do mosquito Aedes aegypti: pneus, garrafas, potes de plástico, vasos de plantas, vasos sanitários sem uso, materiais recicláveis, baldes, etc.

De acordo com o informe epidemiológico semanal, há registros de dengue grave em 11 municípios. Além disso, há mais de 45 mil notificações de dengue distribuídas em 350 dos 399 municípios do Paraná.

Escreva um comentário