Athletico Parananense

Eduardo Barros se diz preparado para comandar reação do Athletico na Série A

Eduardo Barros, técnico interino do Athletico Paranaense, diz que está pronto para comandar a reação do clube no Campeonato Brasileiro. O time entrou na zona de rebaixamento com a derrota para o Corinthians por 1 a 0 nesta quarta (14), pela 16ª rodada, e vê a pressão aumentar.

“Me sinto preparado para profissão que eu escolhi. Estou nessa jornada há muito tempo e agora com mais visibilidade. Sei que vou ter que aprender a conviver com vitórias e derrotas. Estamos em um momento difícil, mas temos totais condições de reverter essa situação”, disse ele na entrevista coletiva.

Com 35 anos, Eduardo Barros assumiu a equipe após a demissão de Dorival Junior no fim de agosto. Desde então, o Athletico soma nove jogos no Brasileirão: três vitórias, três empates e quatro derrotas. Na Libertadores, são duas vitórias e um empate – resultados que garantiram a classificação antecipada às oitavas de final.

Com a missão de comandar o time, Barros diz que busca solução em meio ao calendário congestionado, o que gera oscilação do rendimento e também a lesão de alguns jogadores. No entanto, o principal objetivo é fazer o time voltar a marcar gols. O Athletico tem o pior ataque da competição, com apenas 11 gols marcados.

“Estamos muito incomodados com essa questão. Estamos buscando alternativas e soluções dentro do elenco. A gente cria mais chances que o adversário, mas não temos conseguidos transformar essas chances em gols”, avaliou.

“É um momento para todos estarem preocupados e desperta a atenção da comissão técnica, dos jogadores e da direção. Vamos reunir forças e transmitir confiança. Acreditamos que podemos surpreender, fazer uma grande partida e retomar o caminho das vitórias, que não estão distantes”, completou Eduardo Barros, projetando o jogo contra o Atlético-GO.

O duelo da 17ª rodada está marcado para esse sábado (17), às 19h, no estádio Olímpico de Goiânia. O Athletico terá o retorno do goleiro Santos, que estava defendendo a seleção brasileira, e não terá o volante Erick, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Redação – Paraná Portal
Foto: Maurício Mano/Athletico

Escreva um comentário