Redação Paraná Portal e Band Curitiba
Foto: Reprodução/Band TV Curitiba


Empresário curitibano é flagrado promovendo nova festa clandestina no Batel

Na noite desta quinta-feira (11), a imprensa flagrou uma nova aglomeração no apartamento do empresário Percy Russ Tiemann, no bairro Batel, em Curitiba. Diversas pessoas participavam da festa clandestina, que foi dispersada antes da chegada das equipes da Aifu (Ação Integrada de Fiscalização Urbana).

Uma equipe da Band TV Curitiba foi até o local e flagrou diversas pessoas na entrada do prédio de luxo, a maioria jovens. Alguns participantes conversaram com o repórter cinematográfico e perguntaram: “quem não queria estar em uma festa top dessa? uma festa de elite?”.  No local, a maioria dos jovens não utilizavam máscara de proteção.

O porteiro de um prédio vizinho também conversou com a equipe da tv, que contou que as festas na cobertura do empresário Percy Russ Tiemann são constantes. “Toda semana tem festa com pelo menos 100 pessoas. Eles não usam máscara, eles ficam bêbados aqui na frente, fazem muito barulho e apesar das denúncias, às vezes eles [polícia] não vêm”, detalhou o trabalhador.

Desta vez, as equipes da Aifu se deslocaram até o local, mas a festa já estava dispersa. Até as luzes do andar já tinham sido apagadas. Segundo informações da polícia, todas as denúncias são verificadas.

Empresário curitibano é flagrado promovendo nova festa clandestina no Batel
Empresário curitibano é flagrado promovendo nova festa clandestina no Batel (Reprodução/Band TV Curitiba)

“EMPRESÁRIO DO DRAGÃO GIGANTE” JÁ PROMOVOU FESTA CLANDESTINA EM 2020

No dia 21 de dezembro, Percy Russ Tiemann, conhecido como “empresário do dragão gigante”, promoveu uma outra festa clandestina em Curitiba. Na época, o flagrante ganhou repercussão nacional já que o objeto, que decora a piscina, estava entrando pela janela.

Em entrevista, dias depois, ele esclareceu que apesar das reclamações sobre aglomeração, havia apenas 10 pessoas em sua casa. “Fiz uma balada para mim, minha namorada e as amigas delas e dos meus filhos. Quem olha da rua acha que tem mil pessoas”, afirmou ao portal Reinaldo Bessa.

Apesar disso, a PMPR (Polícia Militar do Paraná) se deslocou até a cobertura duas vezes e, na segunda, teria dispersado os convidados. Porém, a festa teria continuado dentro da piscina, com som alto, durante toda a noite.

Escreva um comentário