Destaques

Everton brilha no retorno, mas Grêmio cede empate ao Bahia



Everton brilha no retorno, mas Grêmio cede empate ao Bahia

Everton brilhou no retorno ao Grêmio depois de ser campeão da Copa América com a seleção brasileira, mas não foi suficiente. Nesta quarta (10), o time gaúcho chegou a sair na frente do placar, mas cedeu o empate ao Bahia em Porto Alegre. O placar de 1 a 1 na partida, válida pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, deixa o duelo totalmente aberto.

Everton marcou para o Grêmio ao converter pênalti no fim do primeiro tempo. Gilberto fez o gol do Bahia pouco depois do intervalo.

Os dois times voltam a se enfrentar na quarta-feira da semana que vem (17), em Salvador. Antes disso, os clubes atuam pelo Brasileiro.

O Grêmio recebe o Vasco, e o Bahia encara o Santos também como mandante – ambos os duelos estão marcados para sábado.

A escalação do Grêmio surpreendeu com André como titular e Luan no banco. Diego Tardelli, vetado pelos médicos, foi ao estádio e assistiu ao jogo.

Everton brilha com dribles

Xodó na seleção, ovacionado no Grêmio. Everton flutuou em campo diante do Bahia em atuação cheia de confiança. Os dribles se encaixaram, e o time visitante sofreu para conseguir conter o meia-atacante. Além da moral elevada, o camisa 11 esbanjou técnica e explosão para encarar até três marcadores na mesma jogada.

Quem decepcionou: Paulo Victor

O goleiro errou saída em escanteio no começo do segundo tempo e assistiu Gilberto marcar.

Grêmio varia conclusões

O Grêmio manteve o modelo de jogo de controle com a bola, mas conseguiu apresentar pequenas evoluções. Depois de um início amarrado, até no ritmo da partida, a equipe da casa acuou o adversário e passou a empilhar chances.

Conseguiu chutes de fora da área e lances em que a bola foi rolada da linha de fundo para trás – em um deles, André cabeceou, e Douglas salvou com os pés.

Bahia se fecha e vai bem nas bolas paradas

Organizado, o Bahia recuou as linhas e esperou o Grêmio atacar para explorar o contra-ataque. Mesmo com estratégia clara e grande aplicação, o time de Roger Machado não conseguiu impor a proposta e foi vendo a equipe mandante tomar conta.

A melhor parte do jogo para a equipe baiana foi, sem dúvida, a bola parada. Assim nasceu o empate e boas oportunidades no decorrer da etapa final.

Cronologia

Aos 45 minutos do primeiro tempo, Everton é derrubado por Douglas na área, e o pênalti é marcado. No minuto seguinte, o próprio camisa 11 cobra e faz o gol do Grêmio. Gilberto, após escanteio, empata para o Bahia aos 3 minutos do segundo tempo.

Gremistas vaiam troca

Na metade do segundo tempo, o estádio se animou quando Luan foi chamado para entrar no jogo. Poucos minutos depois, a reação com a notícia de que o camisa 7 ia entrar na vaga de Jean Pyerre. Vaias foram disparadas a Renato Gaúcho.

Vizeu torce o joelho

Felipe Vizeu levou a pior em dividida com Lucas Fonseca na reta final da partida e não conseguiu continuar. Como já havia feito as três substituições, o Grêmio foi obrigado a terminar o jogo com um a menos em campo.

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Alisson (Pepê), Jean Pyerre (Luan) e Everton; André (Felipe Vizeu) T.: Renato Gaúcho

BAHIA
Douglas; Nino Paraíba (Flávio), Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Elton, Gregore e Eric Ramires (Guerra); Elber, Arthur e Gilberto (Fernandão) T.: Roger Machado

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 28.838 pessoas (26.674 pagantes)
Renda: R$ 892.916
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Correa (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Cartões amarelos: Leonardo (GRE); Moisés, Lucas Fonseca (BAH)
Gols: Everton, aos 46min do primeiro tempo (GRE); Gilberto, aos 3min do segundo tempo (BAH)



Source link

Escreva um comentário