Destaques

Feminicídio: Homem suspeito de atear fogo na companheira é preso pela polícia do PR

O homem, de 65 anos, suspeito de atear fogo na companheira, de 66 anos, foi preso temporariamente nesta quarta-feira (1), após ser localizado na casa de um sobrinho, em um balneário de Matinhos, no Litoral do Paraná.

Segundo a Polícia Civil, o homem confessou o crime, sem demonstrar nenhum arrependimento, e disse que usou gasolina para atear fogo em Francisca dos Santos, sob a justificativa de que desconfiava de que ela tivesse um amante.

O crime aconteceu na madrugada do dia 31 de dezembro, no balneário de Praia Grande, também em Matinhos.

Testemunhas ouvidas na delegacia confirmaram que o homem é que ateou fogo na mulher.

Quando a Polícia Militar chegou na residência onde o crime aconteceu, o filho do suspeito confirmou que o pai tinha feito aquilo, mas fugiu logo depois.

A vítima, que teve 98% do corpo queimado, chegou a ser transferida para o Hospital Regional de Paranaguá, também no litoral, mas não resistiu aos ferimentos.

Como o homem fugiu do flagrante, ele só ficou preso após o plantão judiciário acatar um pedido da Delegacia de Matinhos pela prisão temporária do suspeito.

Ele deve responder por feminicídio.

William Bittar – CBN Curitiba
Fotos Públicas

Escreva um comentário