Julia Chaib – Folhapress e Renato Machado – Folhapress
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) criticou duramente o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), por ter criado a CPI da Covid durante a pandemia. Antes da sessão, o filho mais velho do presidente já havia chamado Pacheco de “ingrato”.

“Rodrigo Pacheco está errando, está sendo irresponsável, porque está assumindo a possibilidade de durante os trabalhos dessa CPI acontecerem mortes de senadores, assessores, morte de funcionários, porque em algum momento a sessão vai ter que ser presencial”, afirmou.

O filho mais velho do presidente também afirmou que o governo se preocupa com a população brasileira durante a pandemia e que a CPI vai atrapalhar as ações de enfrentamento. Também disse que a população vai julgar quem “subir nos caixões dos quase 400 mil mortos” para fazer política.

O presidente também ironizou a oposição e as mulheres ao afirmar que elas não fizeram esforço para integrar a CPI. Nesse momento, houve um princípio de confusão, com a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), suplente da comissão, erguendo a voz para falar que está presente e que homem nenhum “vai falar como as mulheres devem agir”.

Escreva um comentário