Redação – Paraná Portal
Foto: Jonathan Campos/AEN

Com as presenças do governador do Paraná, Ratinho Junior, e do prefeito Rafael Greca, foi lançado o edital que dá início ao processo de nova iluminação em 14,6 quilômetros no Contorno Sul de Curitiba. O trecho entre as intercessões com a BR-277 (km 587) e a Linha Verde (km 601), vai receber o aparato todo em LED.

O edital segue o Regime Diferenciado de Contratação – RDC, que permite que o projeto e a execução da obra sejam contratados em uma única licitação, pelo menor preço oferecido. A previsão da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), responsável pela obra, é que os serviços comecem em até 120 dias. Por causa do modelo, o valor do projeto não pode ser informado.

“Estamos falando de uma artéria importantíssima para Curitiba e para o Paraná que, sem dúvida, está sobrecarregada. Queremos com essa nova iluminação melhorar o aspecto estético mas, principalmente, garantir segurança aos usuários, reduzindo o número de acidentes, de assaltos e óbitos”, diz o governador Ratinho Junior.

Segundo ele, o Paraná procura alternativas para ampliar a capacidade do Contorno Sul. Conforme os dados oficiais, cerca de 60 mil veículos usam o trecho diariamente, sendo que aproximadamente 30% são ônibus e caminhões.

Entre as ações projetadas, disse ele, estão a construção de corredores ligando Mandirituba a São José dos Pinhais e Araucária à Fazenda Rio Grande.

“Tudo isso faz parte de uma nova função da Comec, de resgatar a capacidade de planejar, projetar e executar do órgão, de pensar a Região Metropolitana de Curitiba de fato”, completou Ratinho.

O prefeito de Curitiba Rafael Greca lembrou que a via corta bairros populosos, como a Cidade Industrial de Curitiba (CIC), e é ligação direta com a região Sul do município, polo industrial da Capital.

“Essa obra configura a modernidade do governo, de pensar a Grande Curitiba como uma cidade só. O Contorno Sul passa a ter mais luz e gastar menos energia, já que a nova iluminação será em LED”, disse.

ACIDENTES NO CONTORNO SUL DE CURITIBA

De acordo com levantamento da Prefeitura de Curitiba, 16 pessoas perderam a vida no Contorno Sul em 2020, três a mais do que em 2019 – é a rodovia da Curitiba com o maior número de mortes em decorrência de acidentes de trânsito no ano passado. O número é o dobro das ocorrências registradas no Contorno Leste, a segunda da capital mais perigosa do ranking.

O levantamento revelou ainda que os acidentes estão concentrados entre 18 horas e 22 horas (36,5% do total). “Por isso a necessidade desta iluminação nova. Queremos garantir a segurança dos indivíduos’, finaliza Ratinho Junior.

Escreva um comentário