Destaques

Homem suspeito de torturar casal por três dias e matar mulher é preso no PR



Homem suspeito de torturar casal por três dias e matar mulher é preso no PR

Um homem de 37 anos foi preso pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) por suspeita de sequestro e tortura de um casal, o que acabou resultando na morte da mulher. O corpo dela foi encontrado no dia 27 de abril, em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. Já seu namorado, de 19 anos, acabou sobrevivendo mesmo depois de tomar um tiro e ter um dedo da mão cortado.

A vítima, Thainá Regina da Silveira, era uma traficante de drogas na capital paranaense. Ela estava namorando um rapaz de Santa Catarina, que pertence à uma facção criminosa. Os dois estavam em uma lanchonete na região central de Curitiba no dia 24 de abril, quando foram abordados.

As investigações apontam que o crime foi cometido por uma organização rival. Segundo o delegado Thiago Dantas, seis pessoas tiveram envolvimento no crime. Ou seja, cinco ainda estão foragidos, apesar de já terem sido identificados.

“Eles foram arrebatados. Primeiro levaram para um hotel e aí foram transferidos para Araucária. Foram mantidos em cárcere privado por um prazo de três dias, quando foram torturados. Thainá foi executada, mas o homem conseguiu a fuga. No momento que foi levado para a execução, a dupla descuidou e ele pulou de uma ponte. Eles dispararam e ele acabou sofrendo um tiro na coxa, mas foi resgatado pela Polícia Militar”, conta o delegado.

HISTÓRICO

À disposição da Justiça, Rondinelli de Jesus Serafim já tinha um mandado de prisão em aberto. Ele foi detido nesta última segunda-feira (24) e já tinha passagens policiais por ameaça, desobediência, desacato, tráfico de drogas e resistência a prisão. No entanto, agora ele responderá por homicídio e tentativa de homicídio qualificado.



Source link

Escreva um comentário