Cidades

Inmet emite novo alerta e tempestades vão atingir todo o Paraná nesta sexta

Todo o Paraná vai sofrer mais tempestades com granizo nesta sexta-feira (20). O Inmet (Instituto de Meteorologia) emitiu um novo alerta de perigo para o estado inteiro e Santa Catarina. A estimativa é que a chuva deve ficar entre 50 e 100 milímetros por dia, com ventos entre 60 e 100 km por hora.

Ou seja, a frente fria vai chegar também no Norte do estado, algo que não estava previsto anteriormente. Já na região sul e Campos Gerais, uma massa de ar frio se aproxima e ainda pode piorar as tempestades.

Com o alerta, há possibilidade de corte de energia, estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos.

Entretanto, o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) acredita que os temporais não sejam tão fortes na região.

“Vai atingir, mas não são tão intenso quanto nas outras regiões. A princípio, são mais isoladas. Amanhã vai ser parecido com hoje, que aumentou a instabilidade. A temperatura não cai tanto porque o sol predomina desde cedo e o vento está de norte”, avalia o meteorologista Reinaldo Kneib.

PREVISÃO DO TEMPO NO PARANÁ

De acordo com o Simepar, apesar dos temporais, as temperaturas não despescam no Paraná. No Sul do estado, inclusive, a máxima tem uma elevação mínima. Já no Norte, as temperaturas se mantêm.

“Tem o efeito do mar, mas também pela serra. A altitude acaba favorecendo que as temperaturas mais baixas. E no interior do estado a gente não acaba tendo essa influência”, completa o especialista Reinaldo Kneib.

Em Curitiba, as temperaturas seguem esfriando. A máxima prevista é de 15ºC e a máxima de 18ºC. Na noite de ontem (18), Curitiba sofreu com o forte granizo e até um festival de rock foi interrompido na Pedreira. No início da tarde desta quinta (19), o céu escureceu e mais um temporal passou pela capital.

ORIENTAÇÕES À POPULAÇÃO

Em caso de rajadas de vento durante a tempestade, o Inmet orienta que as pessoas não se abriguem embaixo de árvores pelo risco de queda e descargas elétricas. O estacionamento de veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda também é uma medida segura.

Por fim, o Instituto ainda recomenda desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Para mais informações, em qualquer urgência, é possível ligar para a Defesa Civil (199) ou ao Corpo de Bombeiros (193).

Vinicius Cordeiro – Paraná Portal
Daniel Castellano / SMCS

Escreva um comentário