Policial

Interrogatório dos réus do caso Daniel é remarcado

O início do interrogatório dos réus que respondem pela morte do jogador Daniel Correa Freitas foi prorrogado para a partir do dia 13 de agosto. O começo dos depoimentos estava agendado para o dia 5 do mesmo mês, mas foi alterado após um pedido de um dos advogados, que já tinha audiências marcadas para as mesmas datas da Operação Rádio Patrulha.

A decisão da Justiça saiu nesta segunda-feira.Ao todo, sete pessoas são acusadas por crimes como homicídio, coação e fraude processual. O início do interrogatório dos réus foi marcado, ainda que nem todas as testemunhas do processo tenham sido ouvidas. Elas vão prestar esclarecimentos por carta precatória. Além disso, a data foi designada, mesmo com diligências que ainda precisam ser realizadas no processo.

Segundo a justiça, elas não devem interferir no andamento dos interrogatórios. Na semana passada, foram negados os pedidos da defesa do empresário Edson Brittes, da esposa dele, Cristiana, e da filha, Allana, para que os réus fossem entrevistados na imprensa, com o objetivo de preservar a integridade física e emocional dos réus.

O jogador Daniel estava na festa de aniversário de Allana, foi morto, mutilado e abandonado em uma mata, próximo a uma estrada rural na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais. O pai dela disse à polícia que cometeu o crime para defender a mulher de uma tentativa de estupro. A acusação afirma que não encontrou elementos que sustentem a versão de que Cristiana tenha sido atacada pelo jogador.

Reportagem: Lorena Pelanda
Fonte: Band News

Escreva um comentário