Esporte

Jesus desencanta e Brasil despacha a Argentina para ir à final da Copa América

Teve sufoco, mas o Brasil derrotou a Argentina por 2 a 0 e está na final da Copa América 2019. O maior clássico de seleções do mundo foi decidido por Gabriel Jesus. O atacante marcou o primeiro gol e fez a jogada inteira do segundo gol para Roberto Firmino ampliar.

Mais de 55 mil pessoas (52.235 pagantes e 3.712 não pagantes) acompanharam o duelo desta terça-feira (2) no Mineirão, em Belo Horizonte. A renda do jogo acabou sendo de R$ 18.744.445,00.

A final está marcada para o próximo domingo (7), às 16h, no Maracanã.

Já a seleção argentina vai ter que jogar a disputa do terceiro lugar. O jogo acontece no sábado (6), às 16h, na Arena Corinthians, em São Paulo.

DECISÃO

Chile x Peru disputam a outra vaga na final desta Copa América. As seleções se enfrentam nesta quarta-feira (3), às 21h30, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

DESTAQUES

Jesus
Gabriel Jesus e Roberto Firmino comemoram o segundo gol. Foto: Wesley Santos / PressDigital / AGB

Com um gol e uma assistência, Gabriel Jesus foi o nome do jogo. Mas outros dois personagens também foram fundamentais para o triunfo da seleção canarinho.

O lateral direito Daniel Alves teve uma atuação de gala. Foi quem criou a jogada do primeiro gol e foi o verdadeiro líder da equipe – papel que assumiu com primor desde a saída de Neymar.

Por fim, resta falar sobre Alisson. Entre tantas intervenções, o goleiro se consagrou com uma ótima defesa em uma cobrança de falta de Messi e foi reverenciado pelo estádio.

SECA

Do lado argentino, Lionel Messi amarga mais um revés pela seleção. O camisa 10 teve uma grande atuação – que se esperava dele desde o início do torneio. Entretanto, depois do segundo gol, foi notório o desânimo para o craque continuar em alto nível.

Mais uma vez, Messi é vítima do fraco conjunto que tem ao seu redor.

Já a Argentina segue seu jejum de 26 anos. O último título conquistado pela equipe principal foi em 1993, justamente uma Copa América.

ETAPA INICIAL

O jogo começou com divididas duras das duas equipes. A Argentina teve a primeira chance aos 11 minutos, quando Paredes soltou uma pancada do meio da rua e a bola saiu por cima do travessão de Alisson.

O Brasil aproveitou uma falha da zaga argentina para equilibrar o jogo. Gabriel Jesus acabou perdendo uma ótima chance aos 16, mas não desperdiçou dois minutos mais tarde.

Daniel Alves fez uma jogadaça, driblando dois adversários. Primeiro ele deu um chapéu em Acuña. Depois deu um corte seco e deixou Paredes no chão. Só então que ele tocou para Roberto Firmino cruzar rasteiro e a Gabriel Jesus completar para as redes.

A partir dos 29, a Argentina ficou perto de empatar. Messi cobrou falta na área e Aguero cabeceou no travessão.

Aos 35, Messi se livrou de dois marcadores e deu uma arrancada espetacular. Ele puxou para dentro e tocou para Aguero. Entretanto, o camisa 9 bateu firme em cima de Marquinhos para desperdiçar a jogada.

Aos 37, o camisa 10 ganhou na dividida e arrematou bem, mas a bola saiu pela linha de fundo.

TUDO OU… NADA

No segundo tempo, a Argentina se lançou ao ataque. Aos seis, De Paul arriscou por cima do gol. Aos 11, Messi carimbou a trave brasileira e, nove minutos mais tarde, o camisa 10 exigiu ótima defesa de Alisson em cobrança de falta.

A Argentina merecia o empate, principalmente por Messi. No entanto, quem acabou brilhando foi Gabriel Jesus. A bola sobrou para o atacante no meio campo aos 25 minutos. Ele foi para cima da marcação e acabou ganhando dos dois defensores na divida. Quando invadiu a área, cortou Pezzela e rolou a bola para Firmino incendiar o Mineirão.

Depois disso, a torcida brasileira foi à loucura. Além dos aplausos, gritos de “eliminado”, “timinho” e “olé” tomaram conta.

Firmino
Firmino incendiou o Mineirão de vez,. Foto: Wesley Santos / PressDigital / AGB

Escreva um comentário