Cidades

Mais de 1,2 alunos universitários seguem sem aula em Curitiba e Pinhais

Depois dos estragos causados pela forte chuva na última quarta-feira (13), que derrubou o teto durante uma aula e interditou o campus FAP (Faculdade de Artes do Paraná) da Unespar (Universidade Estadual do Paraná) mais de 1,2 mil alunos continuam sem aulas por falta de condições de segurança em prédios da instituição no bairro Cabral, em Curitiba, e em Pinhais, na Região Metropolitana (RMC).

No caso do campus do Cabral em Curitiba, onde estuda a maior parte dos estudantes, a expectativa era de retorno das aulas nesta segunda-feira (18), porém, boa parte do prédio foi interditado pela Defesa Civil que só deve ser liberado após uma reforma. Já no caso do campus de Cinema em Pinhais, onde estudam cerca de 200 alunos deste curso, as aulas nem chegaram a começar em 2019, pois os problemas estruturais do prédio são graves: Paredes mofadas, goteiras nas salas, corredores alagados e o teto corre risco de desabar.

De acordo com a universidade, será necessário realizar reforma em ambos os prédios para assegurar as condições mínimas de segurança, e os custos já estão sendo levantados para realizar uma licitação das obras necessárias. Enquanto isso, os estudantes seguem sem poder ter aula pelo menos até semana que vem, prazo que universidade informou para o remanejamento das aulas.

Escreva um comentário