Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba

O tigre conhecido com Tom, um dos animais mais populares do zoológico de Curitiba, morreu nesta terça-feira (19). Com passagem marcante no Mais Você, da Rede Globo, em 2012, o felino também pai do tigre que atuou na novela Amor Eterno Amor.

De acordo com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, o tigre vinha apresentando doença renal e pancreatite crônicas. “Era um animal idoso, com quase 20 anos de vida. São quatro além da expectativa em cativeiro e quase o dobro do que um exemplar da espécie vive na natureza”, contao diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edson Evaristo.

Tom chegou ao zoológico em 2014 e estava vivendo na unidade de conservação do Alto Boqueirão, na zona sul de Curitiba. Ele foi destinado ao zoo pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), por meio de um casal de mantenedores da fauna.

Em 2012, o Mais Você mostrou a história dos cuidadores de Tom. O animal era o único dos 11 tigres cuidados pelo casal que podia entrar em casa. Em uma das imagens, ele aparecia sentado no sofá (veja abaixo).

Tom teria sido resgatado em um circo que estava em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais. Além disso, o filho dele, que também se chama Tom, foi ator na novela Amor Eterno Amor. Anos depois de brilhar na Globo, ele foi para o zoológico.

Tigre Tom apareceu no Mais Você em 2012. (Reprodução/Globo)

TIGRE TOM FEZ SUCESSO EM CURITIBA

Segundo a prefeitura de Curitiba, o tigre Tom teve papel fundamental no trabalho de educação ambiental no município. Seu recinto sempre foi um dos mais procurados pelos visitantes do zoológico de Curitiba – em sua grande maioria, crianças em visitas escolares, como as atividades dos programas da prefeitura.

Tom também aparecia, frequentemente, nas ilustrações de Antônio Marcílio Medeiros, chamado carinhosamente de Tarzan, um dos tratadores de animais da instituição.

Essa foi a segunda perda recente de um membro especial do zoológico de Curitiba. No ano passado, o leão Simba também faleceu.

(Divulgação/Prefeitura de Curitiba)

Escreva um comentário