Bombando

MPPR denúncia ex-prefeito de Turvo por desvio de equipamentos da prefeitura

O MPPR (Ministério Público do Paraná) denunciou nesta sexta-feira (4) o ex-prefeito de Turvo, Antonio Marcos Seguro, por desviar equipamentos da prefeitura do município, localizado na região central do estado.

Segundo a denúncia, ele teria se apropriado de peças de informática, como memórias e HD’s de computadores, após ter o mandato cassado, em 2013, pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

A cassação, segundo o TRE-PR, ocorreu porque Seguro distribuiu cestas básicas para ganhar votos nas eleições municipais de 2012.

De acordo com a denúncia do MPPR, a intenção do ex-prefeito, ao desviar os equipamentos, era obter vantagem indevida para si e prejudicar seu sucessor, o então prefeito Nacir Agostinho Bruger, que assumiu a gestão em dezembro de 2013.

Bruger, no entanto, foi cassado pela câmara municipal de Turvo no final de 2014. Ele foi acusado de irregularidades em licitações municipais. Na época, os parlamentares analisaram dois contratos – uma para compra de merenda escolar e outro para a coleta de lixo – e afirmaram ter encontrado indícios de superfaturamento.

MPPR pediu condenação por crime de responsabilidade

Além de Antonio Marcos Seguro, o MPPR também denunciou o ex-secretário municipal de administração na época e um técnico de informática que prestava serviço para o município.

Na ação, o MPPR pediu  a condenação de Seguro e dos outros dois envolvidos por crime de responsabilidade e a exclusão de bancos de dados da Administração Pública.

O ex-prefeito disse à reportagem do Paraná Portal que “está tranquilo quanto à elucidação dos fatos”. Segundo ele, a acusação é apenas “mais uma denúncia política fabricada, como muitas outras”.

Lucas Gabriel Marins – Paraná Portal

Escreva um comentário