Category

Bombando

Category
Vinicius Cordeiro – Paraná Portal
Foto: José Fernando Ogura/AEN

Três profissionais da Saúde serão as primeiras pessoas vacinadas contra a covid-19 no Paraná. O governo estadual definiu que um médico, um enfermeiro e um técnico de enfermagem vão ser vacinados no Hospital do Trabalhador, em Curitiba. Até a publicação, ainda não havia decisão sobre as identidades do trio e nem definição do horário, já que as doses chegam às 18h40, no aeroporto Afonso Pena.

O Paraná recebeu 132.300 doses da Coronavac na manhã da segunda-feira (18). O governador Ratinho Junior (PSD), o secretário da Saúde, Beto Preto, e o chefe da Casa Civil, Guto Silva, estiveram no ato simbólico da entrega das vacinas organizado pelo Ministério da Saúde, em Guarulhos, no interior de São Paulo.

Ratinho cumpre agenda no interior do Estado, mas deve estar presente na primeira vacinação paranaense. Além disso, a prefeitura de Curitiba manteve o início da vacinação no pavilhão do Parque Barigui na próxima quarta-feira (18) e já organiza a ordem das pessoas dos grupos prioritários (

QUANTAS DOSES DA VACINA VÃO PARA CADA REGIÃO DO PARANÁ

O governo do Paraná organizou o repasse das vacinas aos municípios de acordo com as regionais de Saúde. No total, são 132.300 doses para 126 mil pessoas, sendo 102.960 técnicos de saúde, 12.224 pessoas em situação de asilo e 10.816 indígenas.

Confira o número de doses da vacina e a quantidade de pessoas, sendo profissionais/técnicos de saúde, pessoas em situação de asilo e indígenas) que serão as primeiras imunizadas por regional:

  • Curitiba – 24.400 doses para 23.240 pessoas (20.460 profissionais de saúde, 2.780 idosos e nenhum indígena)
  • Metropolitana – 14.840 doses e 14.120 pessoas (12.409 profissionais de saúde, 1.645 idosos e 66 indígenas)
  • Londrina – 13.960 doses e 13.320 pessoas (10.922 técnicos, 1.276 idosos e 1.122 indígenas)
  • Maringá – 9.360 doses e 8.880 pessoas (8.159 técnicos, 721 idosos e nenhum indígena)
  • Cascavel – 8.160 doses e 7.800 pessoas (7.350 profissionais, 260 idosos e 190 indígenas)
  • Ponta Grossa – 5.960 doses e 5.640 pessoas (5.077 profissionais, 563 idosos e nenhum indígena)
  • Guarapuava – 5.920 doses e 5.640 pessoas (3.114 profissionais, 276 idosos e 2.250 indígenas)
  • Toledo – 5.360 doses e 5.120 pessoas (3.170 profissionais, 342 idosos e 1.608 indígenas)
  • Foz do Iguaçu – 5.120 doses e 4.880 pessoas (4.141 técnicos, 172 idosos e 567 indígenas)
  • Pato Branco- 4.600 doses e 4.400 pessoas no grupo prioritários (2.368 profissionais, 114 idosos e 1.918 indígenas)
  • Apucarana – 3.960 doses e 3.760 pessoas (3.089 profissionais, 671 idosos e nenhum indígena)
  • Cornélio Procópio – 3.600 e 3440 pessoas (2.164 profissionais, 433 idosos e 843 indígenas)
  • Campo Mourão – 3.440 doses e 3.280 pessoas (2.859 profissionais e 421 idosos)
  • Jacarezinho – 3.400 doses e 3.240 pessoas (2.564 técnicos de saúde, 579 idosos e 98 indígenas)
  • Umuarama – 3.120 doses e 3.000 pessoas (2.457 técnicos e 543 idosos)
  • Paranavaí – 3.040 doses 2.880 pessoas (2.561 técnicos e 319 idosos)
  • Francisco Beltrão – 2.880 doses e 2.760 pessoas (2.687 técnicos, 73 idosos e nenhum indígena)
  • Ivaiporã – 2.760 doses e 2.600 pessoas (1.010 profissionais, 164 idosos e 1.426 indígenas)
  • Paranaguá – 2.240 doses e 2.120 pessoas (1.871 profissionais de saúde, 159 idosos e 88 indígenas)
  • Telêmaco Borba – 1.880 doses e 1.800 pessoas (1.147 profissionais, 103 idosos e 550 indígenas)
  • Cianorte – 1.240 doses e 1.200 pessoas (1.105 técnicos e 95 idosos)
  • União da Vitória – 1.540 doses e 14.80 pessoas (1.195 profissionais e 285 idosos)
  • Irati – 1.480 doses e 1400 pessoas (1.079 profissionais, 231 idosos e 90 indígenas)

Source link