Categoria

Cidades

Categoria
Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação

A cidade de Curitiba terá um novo arranha-céu no bairro Bigorrilho. Um edifício de 33 andares será erguido, com altura de mais de 142 metros desde o térreo, o que tornará a construção uma das cinco mais altas da capital paranaense. O empreendimento se chama Casa Milano e foi lançado pela incorporadora imobiliária GT Building.

No topo, o prédio terá vista panorâmica para o Parque Barigui. Um dos destaques do Casa Milano, considerado de alto padrão, é o formato da fachada: a partir de um jogo de luzes especial, criado por diferentes especialistas em arquitetura e light designer, a perspectiva sobre a dimensão do edifício é alterada. Isso faz com que o prédio pareça ainda maior, além da sensação de movimento e fluidez em algo estático.

“Projetar uma torre é ter a responsabilidade de criar mais uma referência para a cidade. O Casa Milano traz inovação, sofisticação e contemporaneidade na maneira de viver e vivenciar a arquitetura. O desenho dinâmico da edificação cria formas surpreendentes através da luz e da sombra que são constantemente renovadas a cada percepção”, comenta Gustavo Pinto, da GP Arquitetura, um dos arquitetos responsáveis pelo projeto.

Regina Bruni, do Studio Regina Bruni, responsável pela luminotécnica de todo o empreendimento, afirma que “a luz é a emoção da arquitetura e com ela são criadas atmosferas diversas de aconchego e bem-estar, fazendo com que cada espaço da área comum seja um local agradável para os moradores”. Sobre a fachada, ela menciona a inspiração no arquiteto suíço Mario Botta, reconhecido por tornar as linhas tão presentes em projetos assinados por ele.

Além dos projetistas citados, Marcelo Calixto Arquitetura e Paisagismo e Jayme Bernardo Arquitetura & Design também fazem parte da realização do empreendimento.

O empreendimento conta com apartamentos de duas a quatro suítes, que variam entre 125m² e 320m² privativos. Os apartamentos mudam de tamanho conforme o prédio vai ficando mais alto, o que também ajuda a reforçar a perspectiva de dinamismo da fachada. Cada unidade terá espaço para depósito, bicicletário e poderá ter duas, três ou quatro vagas de estacionamento.

Casa Milano parte interna do novo arranha-céu de Curitiba
Projeto de como ficará internamente o novo arranha-céu de Curitiba. (Foto: Divulgação)

Para incentivar práticas sustentáveis, cada apartamento possui um ponto de energia para recarga desse modelo de automóvel. Os moradores também terão autonomia e espaços exclusivos para cuidarem dos veículos, devido à oficina de automóveis e para pequenos reparos para as bikes, e o lava car.

No térreo, entre outras áreas comuns, o edifício terá área de recreação que conta com piscina descoberta, brinquedoteca, espaço fitness, salão de festas, quadra desportiva e piscina coberta com correnteza. No telhado, além da visão panorâmica ao Parque Barigui, haverá terraços panorâmicos, pub, sala de pôquer e espaço gourmet.

O Casa Milano ficará na rua Martim Afonso, nº2.888 – Bigorrilho. A previsão de entrega do empreendimento é para o primeiro semestre de 2025.