Destaques

Pornografia infantil: com ajuda do Canadá, PF prende homem em SC

Uma operação de repressão à pornografia infantil é realizada pela PF (Polícia Federal), nesta quarta-feira (16), em Palhoça, no estado de Santa Catarina. As ações da Operação Pesadelo contam com apoio de autoridades do Canadá. Um homem de 23 anos foi preso em flagrante.

Segundo as investigações, ele é suspeito de produzir, armazenar e divulgar fotos e vídeos de exploração sexual de crianças e adolescentes. Os crimes, de acordo com a PF, eram cometidos dentro da própria casa do homem. As mídias eram compartilhadas em fóruns na internet.

Oito policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão em imóveis próximos à Praia do Sonho, em Palhoça (SC). O objetivo era coletar provas e documentos relacionados à produção, armazenamento e distribuição de pornografia infantil.

O suspeito preso em flagrante tem 23 anos e trabalha em uma lanchonete. Com o homem, os agentes apreenderam equipamentos eletrônicos supostamente usados para a prática dos crimes contra crianças e adolescentes.

PORNOGRAFIA INFANTIL: INVESTIGAÇÃO COMEÇOU NO CANADÁ

Há quatro meses, conforme a PF, autoridades do Canadá (National Child Exploitation Coordination Centre da Royal Canadian Mounted Police) identificaram um usuário que transmitia arquivos de pornografia infantil por meio de aplicativo de mensagens. Logo depois, o Brasil passou a investigar o caso.

Assim, a PF rastreou as pistas e chegou até o suspeito. Ele deve ser indiciado por crimes de produção, posse e transmissão de cenas sexo envolvendo crianças e adolescentes. A punição pode chegar a 18 anos de prisão.

A Operação Pesadelo, de acordo a PF, recebeu esse nome em alusão à “aflição causada pela transgressão a dignidade sexual de crianças e adolescentes”.

Redação – Paraná Portal
Foto: Divulgação/PF

Escreva um comentário