Cidades

Prefeitura do interior do Paraná quer gastar R$ 21,5 mil em bombons de Páscoa


A Prefeitura de Paraíso do Norte, na região noroeste do Paraná, pretende gastar até R$ 21,5 mil em caixas de bombom. A licitação para a compra do chocolate foi concluída na semana passada. A justificativa alegada pela administração a Páscoa, embora a data tenha sido comemorada há mais de um mês, em 12 de abril.

A licitação é alvo de contestação do MPPR (Ministério Público do Paraná). A Promotoria de Justiça de Paraíso do Norte expediu uma recomendação administrativa para que o prefeito anule ou revogues os atos administrativos que permitiram a compra das caixas de bombom.

De acordo com a Promotoria, existem fortes indícios de que o chocolate seria comprado e distribuído gratuitamente para fins eleitorais. Neste ano estão previstas eleições municipais. A compra das caixas de bombom, além de ilícito eleitoral, poderia se enquadrar como improbidade administrativa.

Em tempos de pandemia do coronavírus, o MPPR aponta que a licitação para a compra de caixas de bombom é ainda mais grave. A situação emergencial e de calamidade pública coloca os municípios do Paraná em uma situação em que os recursos são limitados.

Nesse contexto, sustenta a Promotoria de Justiça que a aquisição de caixas de bombom não atende ao interesse público. A Prefeitura de Paraíso do Norte tem dois dias para responder a recomendação administrativa para anular a licitação.

A reportagem não conseguiu contato com a prefeitura.

Redação Paraná Portal
Foto: Ilustração/Pixabay

Escreva um comentário