Destaques

Presidentes da Sanepar e da Agepar vão responder na Alep sobre aumento da tarifa de água e esgoto

O líder do governo, deputado Hussein Bakri (PSD), disse, nesta terça-feira (16), que o presidente da Sanepar, Cláudio Stábile, e o presidente da Agência Reguladora do Paraná (Agepar), Omar Akel, vão prestar esclarecimentos na Assembleia Legislativa. O deputado afirmou que eles foram ‘convidados’ e a presença deles está confirmada para a próxima terça-feira (23). Eles vão ser questionados a respeito da correção da tarifa de água e esgoto solicitada pela Sanepar e homologada pela Agepar. O índice de aumento é de 12,13%. As informações são do Paraná Portal.

A Agepar homologou, na última segunda-feira (15), o reajuste da tarifa de água e esgoto solicitado pela Sanepar.  No ano passado, o reajuste tinha ficado em 5,12%. O pedido de correção deste ano foi encaminhado à Agepar em março. Segundo a Agência, o aumento aprovado é composto pelo reajuste da tarifa e também pela aplicação de parcela do valor previsto na homologação da chamada ‘Revisão Tarifária Periódica’, em 2017.

Naquela oportunidade, a Agepar chegou a definir aumento de mais de 25% para tarifa de água e esgoto, escalonado em oito anos. A justificativa era a defasagem provocada pelo congelamento da tarifa de água, entre 2005 e 2010, durante a gestão de Roberto Requião (MDB).

O argumento era de que o congelamento beneficiava os consumidores, especialmente os de renda mais baixa. Em fevereiro, o presidente da Sanepar, Claudio Stabile, chegou a afirmar que a ideia era fazer com que o aumento de mais de 25% fosse aplicado em dois ou três anos.

Cláudio Stábile, Presidente da Sanepar, (Foto: Geraldo Bubniak/ANPr) e Omar Akel, presidente da Agepar. (Foto: José Fernando Ogura/ANPr)

Escreva um comentário