Redação – Paraná Portal
Foto: Seed

O governo do estado informou nesta terça-feira (11) que os professores e trabalhadores da educação do estado já começaram a receber a primeira dose da vacina contra a Covid. O primeiro lote destinado a esse grupo chegou nesta terça-feira (11) às 22 Regionais de Saúde do Estado. A regional de Paranaguá, por exemplo, aplicou 188 das 925 doses recebidas. As informações são da Agência Estadual de Notícias.

Em Paranaguá, a primeira foi aplicada no braço do pedagogo José Osni Gonçalves da Silva, de 58 anos. “Foi uma sensação maravilhosa. É um alívio saber que a primeira dose já foi. Apesar disso, eu sei que todo o protocolo continua. É preciso se proteger”, descreve o educador, que tomará a segunda dose em agosto.

Ansioso para garantir seu lugar, o primeiro da fila chegou ao local de vacinação às 5h30 e, durante o tempo de espera, lembrou-se dos colegas que perdeu para a doença. “Sinto muitas saudades deles. Gostaria que estivessem aqui, para serem imunizados também”, afirma.

Tirza Cunha Pires, diretora-auxiliar do Colégio Estadual Alberto Gomes Veiga, também em Paranaguá, é mais uma educadora que já recebeu a vacina. Ela conta que, desde a suspensão das aulas, no ano passado, tem trabalhado na entrega quinzenal de merendas e atividades impressas. Agora, ela se sente mais segura para reencontrar os estudantes, quando a escola retomar o ensino presencial.

“Nós todos, professores, funcionários e alunos, não víamos a hora de voltar para as aulas presenciais. Então, o momento da vacina foi muito emocionante. Só tenho o que agradecer”, afirma.

Vacina para permitir volta às aulas presenciais

A vacinação de professores e outros profissionais da Educação contra a a covid acontece em paralelo ao retorno das aulas presenciais em 200 colégios estaduais, em 68 municípios. Essas instituições estão adotando o modelo híbrido de ensino, com parte dos alunos em sala de aula e parte em ensino remoto, assistindo às aulas ao vivo.

Os demais colégios estaduais permanecem no ensino remoto (por meio da plataforma digital Aula Paraná, das videoaulas exibidas na TV aberta e no YouTube, além dos kits pedagógicos impressos) e devem retornar às atividades presenciais gradualmente, ao longo das próximas semanas.

Neste momento, serão destinadas aos trabalhadores da Educação 32.760 doses da vacina Covishield, fabricada pela parceria entre Universidade de Oxford, AstraZeneca e Fiocruz. A vacinação se inicia pelas pessoas entre 55 e 59 anos. Oito mil profissionais do ramo já foram vacinados anteriormente, no grupo de pessoas acima de 60 anos.

Escreva um comentário