Athletico Parananense

Reservas do Athletico pressionam, mas perdem para o lanterna Avaí

Os reservas do Athletico deram trabalho ao Avaí, neste domingo (15), mas não conseguiram levar a melhor contra a equipe catarinense. O rubro-negro foi derrotado, por 1 a 0, na Arena da Baixada, na partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O rubro-negro pressionou, acertou a trave por mais de uma vez, só que não passou disso. No finzinho da partida, quase comemorou um pênalti anotado, mas após revisão do árbitro de vídeo a penalidade não ocorreu.

Com o resultado, o Athletico cai para 10ª posição, com os mesmos 26 pontos. O Avaí tem 13 pontos, na lanterna da competição.

RESERVAS

Os reservas foram utilizados porque na próxima quarta-feira (18), o Athletico tem compromisso contra o Internacional, no Beira-Rio, às 21h30, na partida decisiva da final da Copa do Brasil. Rubro-negro tem vantagem, pois venceu os gaúchos no duelo de ida.

O JOGO

As duas equipes demoraram a encaixar as jogadas. Athletico e Avaí protagonizaram um início de partida truncado, com alguns erros de passe na meia cancha.

Aos 13, o time catarinense abriu o placar. Jonathan recebeu na entrada da grande área e acertou um chute no ângulo, sem chance para Léo.

Mais tarde, o rubro-negro teve uma boa chance. Erick, dentro da área, mandou uma bomba, mas o goleiro Vladimir espalmou para escanteio.

O Athletico seguiu arriscando. Tentou com Braian Romero, com Thonny Anderson e Madson. Mas em todas parou nas boas defesas do goleiro do Avaí.

Aos 49, Marcelo Cirino carimbou a trave. O jogador estava bem posicionado em um escanteio cobrado por Everton Felipe, cabeceou, só que parou no travessão.

Na volta do intervalo, os reservas do Athletico seguiram a todo vapor. Aos 8, foi a vez de Thonny Anderson mandar uma bomba na trave.

Do outro lado, o Avaí seguiu mais tímido, mas ainda assim deu um pouco de trabalho ao rubro-negro.

Ao 38, o Athletico quase empatou com Vitinho. O jogador recebeu o cruzamento de Madson, e chutou por cima do gol.

Aos 47, o rubro-negro quase comemorou quando o juiz assinalou mão de Mosquera e marcou pênalti. Mas, ao revisar o VAR o árbitro voltou atrás e não deu a penalidade. Partida terminou com a derrota atleticana.

Francielly Azevedo

Foto: Geraldo Bubniak – AGB

Escreva um comentário