Destaques

Um legislativo democrático, mas com excessos dos dois lados



Um legislativo democrático, mas com excessos dos dois lados

 

Na Assembleia Legislativa, onde um grupo de grevistas assumiu as galerias e afirma que de lá não sai até que suas reivindicações sejam atendidas, em especial a data-base, o presidente da casa, Ademar Traiano, tem sido polido e democrático. Ele disse que “não condena a manifestação organizada”, o que ele critica é “o excesso, a radicalização, pois com esse tipo de comportamento não se chega a lugar algum”, e reconheceu que houve também excessos por parte de deputados durante a sessão de terça-feira, assim como de alguns servidores

Em claro recado os servidores acampados em frente ao Palácio Iguaçu e Assembleia Legislativa, Traiano disse que o Poder Legislativo estará acompanhando de perto as negociações entre o Governo do Estado e servidores públicos em relação ao pagamento da data-base da categoria. O início do recesso parlamentar não irá atrapalhar o trabalho dos deputados e da Mesa Executiva nessa negociação.

“As sessões plenárias se encerram hoje, mas queremos aproveitar esse tempo para trabalhar na solução do problema desse impasse entre servidores e Governo”, relatou. Sobre a proposta do Governo de reajuste escalonado que foi enviada à Alep, Traiano disse que ela não será votada, em virtude de se buscar um novo entendimento sobre os percentuais a serem aplicados no reajuste da data-base dos servidores. “O projeto do Governo não será votado. Imagino que no entendimento, que se possa construir com o movimento, iremos votar isso somente em agosto”, observou.



Source link

Escreva um comentário