Paraná Portal
Foto: Reprodução/Pixabay

O número de violações de medidas protetivas dobrou durante a pandemia da Covid-19, em Curitiba. De janeiro a dezembro de 2020, foram 393 encaminhamentos de agressores à delegacia e 5.627 visitas da Patrulha Maria da Penha.

Em 2020, a Guarda Municipal atendeu 1.260 ocorrências de agressores que voltaram a se aproximar de mulheres vítimas de violência. Em 2019, foram registradas 655 violações.

NÚMEROS DE VIOLAÇÃO DE MEDIDA PROTETIVA EM CURITIBA, EM 2021

Nos primeiros meses deste ano, 108 agressores que descumpriram as medidas protetivas foram conduzidos à delegacia. Além disso, a patrulha fez 2.850 visitas a mulheres vítimas de violência de Curitiba.

Em 2021, o número de violação de medida protetiva em Curitiba chega a 284 casos:

  • 117 em janeiro;
  • 112 em fevereiro;
  • 55 na primeira quinzena de março;

INTEGRAÇÃO COM A REGIÃO METROPOLITANA

Nesta terça-feira (23), o secretário de Defesa Social e Trânsito de Curitiba, Péricles de Matos, afirmou que é estudada uma proposta de integração de atendimento a mulheres vítimas de violência na Região Metropolitana.

Conforme Matos, a potencialização deste serviço virá por meio do Coin (Consórcio Intermunicipal das Guardas Municipais).

Escreva um comentário